Cansei de ser Urbano!


The-Impossible

Acabei de voltar do cinema e assistir” O  Impossível” de Juan Antônio Bayona. Imperdível…

Saí super emocionado e calado, as imagens são tão impactantes e a fotografia maravilhosa. Me senti pequeno e humilhado perto de tanta grandeza e solidariedade. Pode haver um sentimentalismo e um romantismo rondando cada tomada, mas pouco importa, o que me comove é ver o filme, seja ele ficção ou documentário.

A verdade é sempre um ponto de vista, a verdade é sempre uma construção a partir de certa percepção e certa intencionalidade. Me senti pequeno porque às vezes sofremos por coisas muito pequenas, vivemos uma vida de conforto e reclamamos e estamos sempre insatisfeitos. Como há grandeza na simplicidade, na vida fora destes jogos de poder e sucesso. Gosto da vida que tenho, sou feliz e não vou dizer que não tenho vaidades  e ambições estúpidas, não sou mártir e nem sou modelo de coisa alguma, mas percebo que é tudo uma ilusão e que me acostumei, infelizmente, a compartilhar e depender de muitos valores toscos pra ser feliz.
Sei que fora das telas, pelo mundo afora, há concepções e crenças diferentes das nossas. Sei que há um universo de coisas. Não invejo a dor que vi na tela hoje, nem ambiciono a miséria exposta lá, queria um mundo mais justo e mais humano… o que sinto falta é de alguma coisa que se perdeu no mundo, mas que eu não sei bem dizer o que é, mas que rima com a ideia de solidariedade.
Cansei de ser urbano, queria ser um pouco mais humano!

Anúncios
Postado em Sem categoria

Um comentário sobre “Cansei de ser Urbano!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s