Quem sou eu?


Quem sou eu?

A tristeza que é percebida por todos ao meu redor e a alegria que contagia.

Sou a preguiça, a esperança, a nostalgia. Eu sou o desespero que aguarda a morte ou apenas por outro dia. Que dia?

O dia que me juntarei a rotina, na pequena rodinha da burguesia. E é nessa que eu quero estar. Não quero dormir de dia e passar as noites em claro, pensando no inexplicável. Respostas com o tempo, disciplina, e a paciência que nem sempre tenho.

Sou como as fases da lua, tudo pode ocorrer a cada dia… Minutos; segundos; quilômetros por hora.


Quem sou eu? Você me responda!

Quem sou eu para responder essa pergunta de palavras tao fáceis, mas significados tao profundos?! Porque é difícil se abrir, não se expressar? Nesse mundo sinto necessidade de falar, nem que seja com um rato, aquele que me acompanha quando fico esperando pelo ônibus. Quem sou eu para me auto julgar?


Quem sou eu? O mesmo dos momentos de alegria. Tão maduro e tão criança! Carência?! Quem sabe? Talvez dupla personalidade ou alguma necessidade? Não… Sou o menino que odeia monotonia. Procura não seguir a rotina e que sempre surpreende.

Aquele que não consegue ficar com o rabo quieto no lugar. Sempre mudando, sempre procurando coisas novas. As vezes isso prejudica minha formação, me sinto desistindo das coisas…. Mas como não desistir se já esta saturado?! Por isso sempre me vejo na fase da mudança…


Quem sou eu? Eu sou a ovelha negra  da família que quer inovar… Mas como inovar? Até lá, a gente dá um jeito. E eu tenho jeito? Tenho, tenho aquele de chegar devagarinho e quando abro a boca pra falar, sei que chamo atenção.


Quem sou eu? Eu sou o menino que torce para o Santos sem vocês saberem o que e isso. um  pouco racional e questionável, muitas vezes desacreditado das coisas da vida. Aquele que sabe que o Brasil não tem jeito, mas que ainda aposta as últimas fichas.


Eu sou aquele ali, que anda de bicicleta por diversão ate se machucar e cair no chão. O mesmo que lacrimeja por coisas fúteis e prende a emoção por coisas mais fortes. Eu sou o escondido, envergonhado e de baixa estima.


Eu sou o de tirar o fôlego, pensar dia e noite e não ter antipatia. Para muitos sou um mistério. Para o meu reflexo, eu sou a menino que se mistura e nunca sai despercebido.

Eu sou o que enxerga as coisas com o coração mas esconde bem, ate porque ninguém acredita. Eu sou o que acredita que o ovo vem antes da galinha. A alto que senta no fundão . Aquele do humor negro que se irrita. Quem sou eu?

Me chamo Luiz Fernando , prazer. E você, quem é?

Anúncios
Postado em Sem categoria

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s