Cineclube Maurice Legeard faz exibiçao de filmes na Vila do Teatro


Fellini_MarcelloMastroianni_SophiaLoren

O Cineclube Maurice Legeard surge para criar um espaço cujo ofício é discutir o cinema que é inacessível nas salas comerciais da cidade de Santos e que, além de propor um espectador ativo, pensante, através da discussão, forma neste um repertório cultural de mais de cem anos de história que passam por diversos países e culturas a partir das obras assistidas.

Na primeira sessão de maio, Sábado dia 04, o cineclube inaugura novo horário das sessões, que passam a acontecer às 22h na Vila do Teatro, no centro de Santos. Serão exibidos um curta metragem convidado, a ser divulgado durante a semana pela página do facebook (http://www.facebook.com/CineclubeMaurice ) e, na sequência, o longa metragem Oito e Meio (Otto e Mezzo), de Federico Fellini.

Como em vários momentos das obras de Fellini, Oito e meio é um filme autobiográfico; sequências oníricas, retiradas dos próprios sonhos do diretor italiano, contam a estória do cineasta Guido Anselmi (Marcello Mastroianni) que, prestes a rodar sua próxima obra ainda não tem ideia de como será o filme. Mergulhado em uma crise existencial e pressionado pelo produtor, pela mulher, pela amante e pelos amigos, ele se interna em uma estação de águas e passa a misturar o passado com o presente, ficção com realidade.

Em 1964, Oito e Meio recebeu cinco indicações ao Oscar: melhor diretor, melhor roteiro original, melhor direção de arte – preto e branco, melhor figurino – preto e branco e melhor filme estrangeiro, tendo sido premiado nas duas últimas. Ainda recebeu outros prêmios nos Estados Unidos, Rússia e Dinamarca, além de indicações no Reino Unido. A trilha sonora é assinada pelo grande Nino Rota, um dos maiores compositores que o cinema já teve, onde seu trabalho foi principalmente reconhecido através dos filmes de Federico Felinni,  numa parceria que durou mais de 25 anos e resultou nas principais trilhas sonoras da história do cinema.

O Cineclube Maurice Legeard é fundado pelos estudantes de cinema e audiovisual: Rodrigo Zerbetto, que estréia neste ano como diretor com o curta-metragem “Nina”, além de ter participado da equipe de produção do Curta Santos nas últimas quatro edições; Victor Allencar, adorador da sétima arte, tendo experiência nas várias vertentes da área; e Gabriel Peres, um produtor por natureza (mas não por opção) que procura seu lugar na área do audiovisual, tendo já participado de projetos como assistente de muitas coisas, roteirista, diretor e editor.

 

Vila do Teatro – Praça dos Andradas, 36 – Santos

 

www.facebook.com/CineclubeMaurice

 

Entrada franca

 

Anúncios
Postado em Sem categoria

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s