ÚLTIMO DIA DE MOTIM TEATRAL NA PRAÇA DOS ANDRADAS

66151_548311731869189_210923148_n

 

Hoje termina o MOTIM TEATRAL la na praça dos Andradas.

Durante uma semana, vários espetáculos  regionais foram apresentados na Pça, na Vila do Teatro e no Espaço Teatro Aberto sempre com entrada  franca.A semana foi um sucesso de publico. Muita gente assistindo a toda a programação do evento e gostando. Mas não para por ai, hoje tem mais espetáculos.

Não consegui acompanhar toda a programação pois além de integra-la com dois espetáculos, uma série de afazeres me impediu. Mas os comentários dos amigos são os mais positivos. É muito bacana ver que a cena teatral da Baixada Santista passa por um momento de renascimento e vem juntando forças para lutar.

Confira:

16:30 – CINDERELA BRASILEIRA – DENTRO DO MOTIM, NO TEATRO ABORDO. – Casa 3 – Guarujá (Teatro A Bordo)
19h – Copo Cheio de Palavra / Projeto:Venha Encher seu copo aqui (Teatro a Bordo)
19:30 – Arrumadinho – Trupe Olho da Rua (Praça dos Andradas)
21:00 – Encerramento – Sarau do MOTIM

E quem encerra as atividades e o querido DJ Wagner Parra será o responsável pela discotecagem durante o Sarau do MOTIM .  O Wagner dispensa grandes apresentações pois se você não conhece eu só te digo uma coisa: MORRE!

Atualmente, ele comanda a VITROLADA que acontece semanalmente as terças-feiras no Torto Bar. Ja foi la ne? Eu também!

 

Bora la ne?

 

Anúncios

Familiaridade

O que eu gosto mesmo é intimidade, confiança, cumplicidade e todos os sinônimos provenientes desta raiz comum: familiaridade.
Ser familiar significa compartilhar verdades, abrir o peito e a alma, deitar a cabeça no ombro e no colo, ficar em silêncio ou então decifrar o enigma de um olhar. Gosto da linguagem íntima que criamos quando já conhecemos a pessoa. Por isso a satisfação de rever a família, de chegar em casa, de conversar com amigos que nos entendem e nos conhecem, mesmo que não concordem com o que vamos dizer, com a familiaridade de um toque e do abraço quente de um grande amor.
Precisamos mais de apertos de mão com olhos de hospitalidade, nos sentirmos apegados, confiar mais, ouvir e dizer o que sentimos. Por que guardar aquela felicidade enorme só pra nós? que tristeza que é prender no peito uma dor e não termos uma ponte com o continente mais próximo e padecer em nossa ilha de ensimesmamento e `conforto´ sozinhos?

Colo, orelha, olhos, mãos… pode ser no sofá, na cama, num balcão ou mesa de bar…. Se tiver longe ou difícil: telefone, carta, telegrama, e-mail… num faz mal, tá com pressa, então pode ser na esquina, sentados na calçada da rua, no banco da praça, mesmo durante a caminhada do parque. E por que não? Abuse dos blogs e redes sociais, mas aproximem-se, construam pontes e alicerces firmes, abaixem as cercas das fronteiras, afrouxem os olhares e perceba que há pessoas no mundo pessoas que te amam e que podem te amar e que você pode confiar e…
Às vezes é difícil, eu bem sei, falar é tão fácil e poético, mas tenho aprendido a lição: refaço-a todos os dias à noite em silêncio, tentando decorar e soletrar sozinho, compreendendo o conteúdo pra viver e pra ensinar quem ainda vem atrás e não percebeu:).

Adoro ouvir um “que bom te ver, que saudades eu tinha de vc!, venha aqui quero te contar tanta coisa!”. A intimidade e a cumplicidade criam uma nova geografia, onde não há espaço pra tantas reservas e dissimulações, onde nos sentimos em casa seja lá onde estivermos. Aí, podemos expressar a linguagem de experiências e histórias compartilhadas. Confiar e ser familiar é tão bom…
Falar com as pessoas que  amamos , evidencia a diferença de falar com qualquer outra pessoa: poder dizer o que se sente, o que se teme, o que amamos ou, simplesmente, sermos o que somos é uma experiência essencial na vida:).

Vila do Teatro receberá o SARAU DA VILA-FIM DO MUNDO comemorando o excelente ano de atividades

ESPETACULOS TEATRAIS  SERÃO APRESENTADOS GRATUITAMENTE

A Vila do Teatro, espaço conquistado pelos artistas da cidade, localizado na Praça dos Andradas, realizou durante o ano de 2012 diversas atividades, sendo uma delas o Sarau da Vila que abre os microfones para que os talentos sejam mostrados durante o evento.

No dia 21 de dezembro a Vila do Teatro receberá o SARAU DA VILA-FIM DO MUNDO e a partir das 18h o público poderá conferir apresentações gratuitas de grupos de São Paulo como Núcleo Pavanelli de Teatro de Rua e Circo com cenas do espetáculo “Pinta de Palhaço”, Trupe Olho da Rua (um dos grupos residentes da Vila do Teatro) com o Alto dos Palhaços – versão Fim do Mundo e o grupo TEP de Santos com Cirandas de Maria.

Toda programação será gratuita!  Em caso de chuva o sarau será transferido para dia 22 de  Dezembro no mesmo horário.

Sobre os espetáculos:

“Alto dos Palhaços”

 

alto dos palhaços

É um auto de natal irreverente, com personagens fantásticos do universo natalino, músicas natalinas em diversos ritmos executadas ao vivo, uma boa dose de bom humor e crítica. O espetáculo é realizado ao ar livre, propondo um espaço de comunhão nas praças públicas. Um olhar crítico e divertido sobre o Natal com participação dos alunos da oficina de teatro de rua da Vila do Teatro

 

“Pinta de Palhaço”

 

pinta de palhaço

O espetáculo é um desafio entre os palhaços Orelhinha, Stinguela e Trompetin, tendo a palhaça Tulipa como juíza. É baseado em esquetes clássicos que levam o público aos circos antigos nos quais o palhaço era personagem de destaque. É uma homenagem aos palhaços de todos os tempos, a tradição e valorização do circo.

Os palhaços chegam com sua charanga e bandinha circense, conduzidos por um perna de pau, fazendo um cortejo, convidando o público para apresentação. Estão sempre aprontando um com o outro para saber quem é o mais bonito, mais inteligente, mais simpático, mais habilidoso, enfim, quem tem mais pinta de palhaço! Ao final acontece o grande número de malabares com bolinhas, aros, laço e claves onde  percebem que juntos fizeram um grande espetáculo e que todos têm “pinta de palhaço”.

Cirandas de Maria

ciranda1

As cirandas de Maria foi criado pelo TEP especialmente para a data, e narra de forma leve e festiva, através de rimas e cantorias, a busca das pastoras que, vindas do Egito, tentam encontrar o lugar onde acontecerá o nascimento do Deus menino. Pelos caminhos deparam-se com toda sorte de acontecimentos, sempre guiadas pela luz da estrela que aponta para os seus destinos.

O espetáculo desenvolve-se através do gênero Auto Pastoril, tendo como característica básica o acento regionalista calcado nas tradições nordestinas, referentes aos folguedos destinados a festejar e reverenciar o nascimento de Jesus Cristo. As bases originais estão fixadas em manifestações ibéricas datadas em registros que remontam ao século XII e que no Brasil foram introduzidos pelos jesuítas durante o período da nossa colonização.

Serviço:

Sarau da Vila- FIM DO MUNDO.

Sexta-feira 21 de Dezembro de 2012 a partir das 18h

ENTRADA FRANCA

LOCAL: Vila do Teatro- Pça dos Andradas sem numero esquina com a Rua Visconde do Embaré.

 Assessoria de Comunicação:

logo jpg

 

 

 

 

 

Luiz Fernando Almeida

13 81618751

https://www.facebook.com/luizfernandoalmeida

https://twitter.com/#!/superbacanaprod

https://www.facebook.com/superbacana.producoes

Espetaculo Amores no Meio Fio se apresenta no SESC Santos

Um bloco de carnaval cria sua alegoria: uma catadora de papel perambula pelas ruas recolhendo tudo para trocar pelo seu sustento, mas guardando as cartas de amor que encontra no caminho. A cada entardecer, ela lê ao vento uma carta diferente, cartas que falam de impossibilidades, desencontros, surpresas, como se nelas quisesse descobrir o segredo do percurso do seu próprio amor. Os sambas atuam como cartas-melódicas e expressam os múltiplos desencontros amorosos, ao mesmo tempo que preenchem o espaço de uma poética que surpreende o passante, como um bloco carnavalesco que explode em sons e cores, gerando um espaço de exceção no cotidiano das grandes cidades. Com Cia. do Miolo. Escadaria da Rua Vergueiro Steidel.

Sabado dia 14/07 as 20:30h. GRATIS

Trupe Olho na Rua apresenta ” Arrumadinho” hoje na Pça dos Andradas

Hoje, às 19h30, a Trupe Olho da Rua encena em frente à Vila do Teatro (Praça dos Andradas) o espetáculo gratuito ‘Arrumadinho’. Com direção de Zeca Sampaio, o elenco é de: Alan Plocki, Anna Fecker, Caio Martinez Pacheco, João Paulo Pires, Raquel Rollo e Rogério Ramos.

O capitalismo ganha uma crítica  bem-humorada do grupo da cidade-sede do Festival. Um cortejo profético anuncia o jogo que seis gerentes de venda estabelecem com o público ao ar livre. O espetáculo de 2007 questiona o homem moderno e o que pode haver de patético na relação do trabalho com o sonho de prosperidade.

A Trupe Olho da Rua surgiu em 2002 com o objetivo de pesquisar, exercitar e difundir o gênero, suas dimensões artística e cidadã. As referências são a linguagem do palhaço e a música de bases melódica e percussiva. O núcleo montou nove peças afeitas à farsa, ao circo, ao épico e ao musical. Organizou seis edições da sua Caravana pelo Mundaréu, percorrendo os litorais de SP e RJ. Foi parceiro do encontro santista A Rua é o Palco, de 2008. E idealizador da 1ª Mostra de Teatro Olho da Rua, de 2009, na qual recebeu seus pares locais e de outros Estados.

Santos Jazz Festival: Show de Izzy Gordon terá presença do pai Dave e mesclará músicas de seus três CDs

 Cantora apresentará sua primeira composição, até então inédita em shows na Baixada – sobrinho William também participará do concerto

 

Uma das grandes atrações do Santos Jazz Festival, que ocorre entre 14 e 17 deste mês, é Izzy Gordon. A cantora promete reunir em seu show o melhor de do repertório jazzístico dos três CDs que já lançou. Inédita será a execução, ao vivo, na Baixada Santista, de sua primeira composição, “O que eu tenho pra dizer”. O público ainda poderá conferir, no show, a reunião de três gerações da família Gordon: além dela, o pai e do sobrinho de Izzy: respectivamente a lenda do jazz, Dave Gordon, e William.

 

“Santos tem um público especial, ligado em cultura, que recebe muito bem esse gênero musical. Faz a gente se sentir em casa. Espero retribuir toda a expectativa com um show calcado em jazz e que mesclará o melhor da minha carreira”, diz a cantora. Ela subirá ao palco na sexta-feira, dia 15, 18h, no palco da Rua XV de Novembro.

 

A saga da Família Gordon começou com vinda para o Brasil (1958) do pai Dave Gordon, astro de Jazz, nascido na ex-Guiana Inglesa. Aqui, Gordon se casou com a irmã de Dolores Duran, criando os seus filhos num ambiente rico de heranças musicais. Izzy Gordon já  se apresentou para  Bono Vox (U2) e Paul McCartney.

 

Sobre o festival:

 

São quatro dias de shows, 14 horas de música e cerca de 200 músicos envolvidos. Estão programados workshops com Hermeto Pascoal, Michel Leme, Luis do Monte e Mauro Hector. Toda a programação, gratuita, e que inclui André Christovam, Heraldo do Monte,  Yamandu Costa, Filó Machado, Roberto Sion, Arismar Espírito Santo, entre outras feras musicais, acontecerá em ruas e boulevares do Centro Histórico do município, Bolsa Oficial do Café e nos teatros Coliseu e Guarany.

 

O festival é patrocinado pela Vale Fertilizantes, através da Lei Rouanet. Tem o apoio  do Governo do Estado de São Paulo, da Escola de Música &Tecnologia (EM&T), do Senac e da Odebrecht Realizações Imobiliárias. Além do apoio institucional  do Museu do Café e do Santos e Região Convention & Visitors Bureau. A realização do Santos Jazz Festival é da DC ProduçõesGPA Cultural e da Associação dos Artistas. A correalização é da Prefeitura de Santos e a Produção Cultural de Jamir Lopes.

 

Mais informações em www.santosjazzfestival.com.br.

TEATRO A BORDO MOSTRA SANTOS PROGRAMAÇAO DA SEMANA

De 22 de maio a 9 de junho os espetáculos estarão em vários espaços e locais da cidade, como Zona Noroeste, Praia da Aparecida, Morro da Nova Cintra e o Centro. São oito peças teatrais para adultos e crianças, oficinas e cinema, tudo com participação gratuita. O patrocinio é da Transbrasa.

 
De 22 de maio a 9 de junho os espetáculos estarão em vários espaços e locais da cidade, como Zona Noroeste, Praia da Aparecida, Morro da Nova Cintra e o Centro. São oito peças teatrais para adultos e crianças, oficinas e cinema, tudo com participação gratuita. O patrocínio é da Transbrasa.

A magia, a animação e a alegria do Teatro a Bordo poderão ser conferidas pelos moradores de diversos bairros de Santos durante dez dias de apresentações gratuitas do Teatro a Bordo Mostra Santos, no período de 22 de maio a 9 de junho. As atividades fazem parte da caravana Teatro a Bordo, que desde 2007 percorre cidades de todo o Brasil, levando teatro, contações de história, circo, oficina de reciclagem e cinema gratuitamente para crianças e adultos.

À frente da mostra está a atriz Talita Berthi, produtora e idealizadora do projeto Teatro a Bordo. Para este ano Talita conta as novidades: “Neste ano o destaque é a homenagem às nossas tradições orais, trazendo histórias e personagens da nossa cultura popular, destacando as imagens e visões de mundo. São histórias que circulam por muitas gerações no imaginário das pessoas. São frutos do espírito inventivo do nosso povo, testemunhando usos, costumes, idéias e saberes. Entre eles, contos recolhidos por Câmara Cascudo (O Compadre da Morte e Quirino, o Vaqueiro do Rei) e outros textos inspirados em Plauto, Molière e Ariano Suassuna.”

Para estas apresentações na cidade, o Teatro a Bordo convidou 5 grupos de Santos e Região para apresentar ao público santista o “Teatro a Bordo Mostra Santos”, além dos espetáculos do Grupo Teatro Aberto e da Trupe Olho da Rua que já fazem parte do repertório do projeto. “Queremos mostrar ao público santista que santo de casa também faz milagres”, brinca Talita, enfatizando as qualidades da produção teatral local.

Além das peças A Bufunfa do Bufão e Embornal de Histórias, do Grupo Teatro Aberto, que fizeram recente temporada de sucesso em Jundiaí, Itapetininga, Agudos e Botucatu, a mostra santista também envolverá os espetáculos Bufonarias II (Trupe Olho da Rua), Farrandança (Teatro Widia e Cia Coisas de Teatro), Cinderela Brasileira (Casa3deArtes), Uma Palhaçada Federal (Os Panthanas), O que terá acontecido a Rosemary? (Casa3deArtes) e Reclame – uma história de amor (Cia Teatral Cenicomania).

O Teatro a Bordo foi criado em 2007 e já circulou por mais de 50 cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Tocantins, utilizando leis de incentivo à cultura. Se depender de Talita Berthi, o projeto vai longe, em tempo e espaço: “O ideal é que todas as pessoas tenham oportunidade de acesso a espetáculos em suas cidades. Infelizmente sabemos que isso não é a realidade, até mesmo pela falta de uma política pública que entenda que a cultura é base necessária para a formação da identidade de uma população. Enquanto isso não se torna realidade, pretendemos estar a bordo do nosso teatro rumo às mais distantes comunidades.”

Uma realização de BERTHI Produção e Arte, o Teatro a Bordo Mostra Santos conta com o patrocínio da Transbrasa, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, o apoio local é da Prefeitura Municipal de Santos, através da Secretaria de Cultura.

Maiores informações: http://www.teatroabordo.com.br

Programação Teatro a Bordo Mostra Santos
29 de maio / terça-feira: EMISSARIO SUBMARINO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: UMA PALHAÇADA FEDERAL – Os Panthanas

30 de maio / quarta-feira: EMISSARIO SUBMARINO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto

01 de junho / sexta-feira: PRAÇA DOS ANDRADAS – CENTRO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20 horas Mostra Santos: O QUE TERÁ ACONTECIDO A ROSEMARY? – Casa3deArtes, A Confraria Produções Artísticas, Superbacana Produções e Associação Olhar Caiçara

02 de junho / sábado: PRAÇA DOS ANDRADAS – CENTRO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto

08 de junho / sexta-feira: FONTE DO SAPO – PRAIA DA APARECIDA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: RECLAME – UMA HISTÓRIA DE AMOR – Cia Teatral Cenicomania

09 de junho / sábado: FONTE DO SAPO – PRAIA DA APARECIDA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto

Sobre a Transbrasa:

A TRANSBRASA Transitária Brasileira Ltda é uma empresa estruturada para atender as demandas do setor logístico nas áreas de transporte e de armazenagem de cargas. Localizada em Santos, junto ao maior Porto da América Latina, a TRANSBRASA é exemplo da união entre experiência e inovação. Um terminal que oferece soluções logísticas ao comércio exterior brasileiro, primando pela agilidade e segurança. A TRANSBRASA é um vetor de desenvolvimento e integração da economia nacional, bem como propulsora de crescimento para a região da Baixada Santista.
Fundada em 1974, iniciou suas atividades no Transporte Rodoviário de cargas, vindo posteriormente a expandir seus serviços para diversas outras áreas, consolidando-se com base em sua seriedade e qualidade de suas operações. Uma empresa moderna para atender às necessidades da globalização das economias que impõe cada vez mais agilidade e inteligência para a conquista de mercados nacionais e internacionais. Ao longo de seus quase 40 anos de existência a TRANSBRASA vem desenvolvendo parcerias com seus clientes, proporcionando conquistas mútuas e sólidos resultados.
Reconhecida pela sua eficiência na logística, nos setores de transporte e armazenagem de cargas, a TRANSBRASA também ajuda a promover ações visando beneficiar a comunidade e o desenvolvimento social, como o apoio ao esporte, às artes, à saúde e à segurança. Iniciativas que ajudam a construir um futuro com mais qualidade de vida e cidadania.

Mais informações sobre o projeto: http://www.teatroabordo.com.br , facebook e no twitter (@teatroabordo)

Espetaculos que participam da MOSTRA TEATRO A BORDO SANTOS de 22 de Maio a 09 de Junho

Para conferir os dias e horarios de apresentações e so clicar aqui
Embornal de Histórias (Infantil)


Sinopse – A peça tem texto baseado em contos da tradição oral e utiliza bonecos animados, máscaras e músicas ao vivo mostrando o reencontro de dois contadores de história pós uma longa viagem. Cada um tem um embornal (sacola artesanal) e dele saem coisas, adquiridas por eles em suas viagens. São histórias do mundo, que passaram de geração em geração e que aos poucos vem sendo esquecidas. Eles querem contar suas experiências, dividir e trocar suas histórias com outros. Uma alusão ao registro da tradição oral feito por grandes mestres como Câmara Cascudo, Silvio Romero, Mário de Andrade, entre tantos outros. A missão do Compadre da Morte, Rosinha, Quirino e outros personagens será trocar as histórias do embornal para levar a outros povos.

Ficha Técnica
Grupo : Teatro Aberto
Texto baseado em contos populares recolhidos por Câmara Cascudo
Adaptação: Douglas Zanovelli
Direção: Ednaldo Freire
Elenco: Douglas Zanovelli e Talita Berthi
Duração: – 50 minutos.
Classificação Livre

Bufonarias II (Infantil)


Sinopse – “Bufonarias II” da Trupe Olho da Rua, é um espetáculo circense no melhor estilo do circo-teatro-popular, originado de uma pesquisa sobre gags tradicionais de picadeiro e números realizados por artistas populares (palhaços) nas praças com alto grau de improvisação e interatividade. “Bufonarias II” é o segundo espetáculo de uma trilogia baseada nessa pesquisa que foi o mote do primeiro espetáculo que abordava o caráter do circo de variedades. O espetáculo é costurado por quatro palhaços que, entre muitas confusões, ressaltam a importância da amizade nos dias de hoje. Com uma charanga vibrante e números de pirofagia, “Bufonarias II” é diversão para todas as idades.
Ficha Técnica
Grupo: Trupe Olho de Rua
Direção: Caio Martinez Pacheco, João Paulo Pires e Raquel Rollo
Elenco: João Paulo Pires, Caio Martinez Pacheco, Rogério Ramos e Raquel Rollo
Duração: – 50 minutos.
Classificação Livre

 Farrandança (Adulto)- 22 de maio/ terça-feira: PRAÇA DA PAZ – ZONA NOROESTE- 20H


Sinopse – O espetáculo mostra o cotidiano de uma tradicional trupe de artistas mambembes. Calixto, o contrarregra, tem o sonho de ser ator, mas tem um obstáculo no meio do caminho: seu sogro e dono da companhia, Sr. Antonio, que teima em lhe “esfriar a cena”. Os atores utilizam as técnicas do teatro popular, com referências da commediadell´arte, mímica e números de clowns. Os textos são adaptações de Joaquim Manoel de Macedo e de Karl Valentin, além de cenas criadas pelos atores.
Ficha Técnica:
Grupo: Teatro Widia e Cia Coisas de Teatro
Direção e adaptação: Platão Capurro Filho
Elenco: André Nunes, Bruna Telly, Camila Baraldi, Daniel Valvede, Deia de Oliveira e Ernani Seaquinel e Márcia Marques
Diretora assistente e preparadora vocal: Fabíola Nascimento
Duração: – 60 minutos.
Classificação Livre

 A Bufunfa do Bufão (Adulto)


Sinopse – Uma trupe de atores mambembes chega para encenar um clássico da tradição popular mundial: a história de um grande avarento. A avareza é o fio condutor deste espetáculo que é inspirado na obra A Aululária, ou A Comédia da Panela, do comediógrafo clássico Plauto,tque viveu na Roma antiga no período de 230 a 180 a.c. mais ou menos e que deu origem a textos como O Avarento de Molière e O Santo e A Porca de Ariano Suassuna. Nesta comédia, os atores contam a história de um velho avarento que esconde uma panela cheia de dinheiro e desconfia de todos ao seu redor. Além de engraçado, o texto propõe uma crítica social, mostrando o homem como um ser inacabado.

Ficha Técnica
Grupo: Teatro Aberto
Texto baseado na Comédia da Panela de Plauto
Adaptação: Kadu Veríssimo e Douglas Zanovelli

Direção: Ednaldo Freire

Elenco: Caio Martinez Pacheco, Raquel Rollo, Douglas Zanovelli, Kadu Veríssimo e Talita Berthi
Duração: 60min
Classificação Livre

Uma Palhaçada Federal


Sinopse: Dois palhaços tradicionais circenses, cansados com as dificuldades da vida artística, tentam encontrar uma forma de sobreviver. Fuxico, de olho nos altos salários e facilidades, convence Chevete que a melhor solução está na carreira política e decide se candidatar a presidente da República. Nesta sátira, a trajetória da campanha é apresentada criticando os corruptos, a situação política do Brasil e evidenciando a função do artista na sociedade.
Ficha Técnica:
Grupo: Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses
Elenco, dramaturgia e produção: Sidney Herzog e Junior Brassalotti
Direção: Marcos Pavanelli e Simone Brittes Pavanelli
Duração: – 60 minutos.
Classificação Livre
 Cinderela Brasileira


Sinopse – Um contador de causos nos revela a história de Cinderela Brasileira, a clássica história mundialmente conhecida, agora ambientada farsescamente no sertão nordestino. Cinderela Brasileira , a Gata Cangaceira, sofre nas mãos de sua madrasta Josirina, que a obriga a cozinhar o dia inteiro, preparando buxada, sarapatel e caldo de mocotó. Ela ainda sofre os maus tratos de suas irmãs Josimara e Josicreide, mas um belo destino esta reservado à Cinderela Brasileira: com a ajuda de sua fada madrinha Maria Bonita, ela conseguirá ir ao arrasta pé e conhecer Zé, o “ fio do coroné” .
Ficha Técnica

Grupo: Casa3deArtes

Texto e Direção: Kadu Veríssimo

Elenco: Thalita Nascimento, Juliana Sanzs, Juliana Lima, Sarah Veríssimo, Cícero Santos e Elias Tomais

Duração: 60min
Classificação Livre
 O que terá acontecido a Rosemary?


Sinopse – Tendo como fio condutor filmes como “O que teria acontecido a Baby Jane” e “A Malvada”, o espetáculo está calcado na interpretação dos atores, onde há o resgate do humor popular com uma embalagem cênica moderna. Com inspiração nas antigas chanchadas do cinema brasileiro, nos programas de auditório e nos espetáculos de circo, traz o embate entre duas irmãs, Rosy e Betty Blue, suas aventuras e desventuras em busca da fama, do sucesso e do reconhecimento. Recheado de clichês, melodrama rasgado e assumido, paródias e citações de diversas obras que compõem o universo do besteirol brasileiro, o espetáculo é uma justa homenagem a esse gênero tão amado e odiado.

Ficha Técnica
Grupo: Casa3deArtes, co-produção de A Confraria Produções Artísticas, Superbacana Produções e Associação Cultural Olhar Caiçara
Texto: Kadu Veríssimo
Direção: André Leahun
Elenco: Kadu Veríssimo, Júnior Brassalotti e Luiz Fernando Almeida
Duração: 60min
Classificação Livre

Reclame – uma história de amor


Sinopse – A peça retrata as várias gerações e os mais representativos contextos, representados pela genial criação da propaganda brasileira. Ambientada entre as décadas de 30 e 90, conta a trajetória de Lourdes, Rodolfo e Janete, que, motivados pelos meios de comunicação e, principalmente, por jingles de reclames comerciais, formam um triângulo amoroso, no qual as alegrias e as decepções de natureza humana são realçadas. O texto traz o resgate de costumes e tendências, destacando o trabalho de artistas e comunicadores brasileiros. É o papel da propaganda em nosso cotidiano. É uma história de amor para com o Brasil, o rádio e a TV.

Ficha Técnica
Grupo: Cia Teatral Cenicomania
Texto : Sérgio Manoel
Direção: Miriam Vieira
Elenco: Fábio Prado, Emanuella Alves, Roberto Santos, Sérgio Manoel, Guilherme Silva, Cristina Moda, Rinaldo Sant´Anna, Marcio Dias
Duração: – 60 minutos.
Classificação Livre

Mais informações sobre o projeto: www.teatroabordo.com.br, facebook e no twitter

Informações para a Imprensa:

Ivani Cardoso (ivanicardoso8@gmail.com)

Tel: (13) 32840917 e (11) 99324765

Midias Sociais:

 

 

 

 

 

Luiz Fernando Almeida

13 81618751

superbacanaproducoes@uol.com.br

TEATRO A BORDO MOSTRA SANTOS TERÁ DEZ DIAS DE APRESENTAÇÕES GRATUITAS

De 22 de maio a 9 de junho os espetáculos estarão em vários espaços e locais da cidade, como Zona Noroeste, Praia da Aparecida, Morro da Nova Cintra e o Centro. São oito peças teatrais para adultos e crianças, oficinas e cinema, tudo com participação gratuita. O patrocinio é da Transbrasa.

 

A magia, a animação e a alegria do Teatro a Bordo poderão ser conferidas pelos moradores de diversos bairros de Santos durante dez dias de apresentações gratuitas do Teatro a Bordo Mostra Santos, no período de 22 de maio a 9 de junho. As atividades fazem parte da caravana Teatro a Bordo, que desde 2007 percorre cidades de todo o Brasil, levando teatro, contações de história, circo, oficina de reciclagem e cinema gratuitamente para crianças e adultos.

À frente da mostra está a atriz Talita Berthi, produtora e idealizadora do projeto Teatro a Bordo. Para este ano Talita conta as novidades: “Neste ano o destaque é a homenagem às nossas tradições orais, trazendo histórias e personagens da nossa cultura popular, destacando as imagens e visões de mundo. São histórias que circulam por muitas gerações no imaginário das pessoas. São frutos do espírito inventivo do nosso povo, testemunhando usos, costumes, ideias e saberes. Entre eles, contos recolhidos por Câmara Cascudo (O Compadre da Morte e Quirino, o Vaqueiro do Rei) e outros textos inspirados em Plauto, Molière e Ariano Suassuna.”
Para estas apresentações na cidade, o Teatro a Bordo convidou 5 grupos de Santos e Região para apresentar ao público santista o “Teatro a Bordo Mostra Santos”, além dos espetáculos do Grupo Teatro Aberto e da Trupe Olho da Rua que já fazem parte do repertório do projeto. “Queremos mostrar ao público santista que santo de casa também faz milagres”, brinca Talita, enfatizando as qualidades da produção teatral local.
Além das peças A Bufunfa do Bufão e Embornal de Histórias, do Grupo Teatro Aberto, que fizeram recente temporada de sucesso em Jundiaí, Itapetininga, Agudos e Botucatu, a mostra santista também envolverá os espetáculos Bufonarias II (Trupe Olho da Rua), Farrandança (Teatro Widia e Cia Coisas de Teatro), Cinderela Brasileira (Casa3deArtes), Uma Palhaçada Federal (Os Panthanas), O que terá acontecido a Rosemary? (Casa3deArtes) e Reclame – uma história de amor (Cia Teatral Cenicomania).
O Teatro a Bordo foi criado em 2007 e já circulou por mais de 50 cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Tocantins, utilizando leis de incentivo à cultura. Se depender de Talita Berthi, o projeto vai longe, em tempo e espaço: “O ideal é que todas as pessoas tenham oportunidade de acesso a espetáculos em suas cidades. Infelizmente sabemos que isso não é a realidade, até mesmo pela falta de uma política pública que entenda que a cultura é base necessária para a formação da identidade de uma população. Enquanto isso não se torna realidade, pretendemos estar a bordo do nosso teatro rumo às mais distantes comunidades.”
Uma realização de BERTHI Produção e Arte, o Teatro a Bordo Mostra Santos conta com o patrocínio da Transbrasa, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, o apoio local é da Prefeitura Municipal de Santos, através da Secretaria de Cultura.
Maiores informações: http://www.teatroabordo.com.br
Programação Teatro a Bordo Mostra Santos
22 de maio/ terça-feira: PRAÇA DA PAZ – ZONA NOROESTE
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: Farrandança – Teatro Widia e Cia Coisas de Teatro
23 de maio/ quarta-feira: PRAÇA DA PAZ – ZONA NOROESTE
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto
25 de maio/ sexta-feira: CONJUNTO DOS ESTIVADORES – ZONA NOROESTE
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto
26 de maio / sábado: CONJUNTO DOS ESTIVADORES – ZONA NOROESTE
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: CINDERELA BRASILEIRA – Casa3deArtes
29 de maio / terça-feira: PRAÇA GUADALAJARA – MORRO DA NOVA CINTRA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: UMA PALHAÇADA FEDERAL – Os Panthanas
30 de maio / quarta-feira: PRAÇA GUADALAJARA – MORRO DA NOVA CINTRA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto
01 de junho / sexta-feira: PRAÇA DOS ANDRADAS – CENTRO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20 horas Mostra Santos: O QUE TERÁ ACONTECIDO A ROSEMARY? – Casa3deArtes, A Confraria Produções Artísticas, Superbacana Produções e Associação Olhar Caiçara
02 de junho / sábado: PRAÇA DOS ANDRADAS – CENTRO
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto
08 de junho / sexta-feira: FONTE DO SAPO – PRAIA DA APARECIDA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil EMBORNAL DE HISTÓRIAS – Grupo Teatro Aberto
18h30 Cinema
20h Mostra Santos: RECLAME – UMA HISTÓRIA DE AMOR – Cia Teatral Cenicomania
09 de junho / sábado: FONTE DO SAPO – PRAIA DA APARECIDA
14h Oficina de Reciclagem
15h30 Teatro Infantil BUFONARIAS II – Trupe Olho da Rua
18h30 Cinema
20h Teatro Adulto: A BUFUNFA DO BUFÃO – Grupo Teatro Aberto
Sobre a Transbrasa: A TRANSBRASA Transitária Brasileira Ltda é uma empresa estruturada para atender as demandas do setor logístico nas áreas de transporte e de armazenagem de cargas. Localizada em Santos, junto ao maior Porto da América Latina, a TRANSBRASA é exemplo da união entre experiência e inovação. Um terminal que oferece soluções logísticas ao comércio exterior brasileiro, primando pela agilidade e segurança. A TRANSBRASA é um vetor de desenvolvimento e integração da economia nacional, bem como propulsora de crescimento para a região da Baixada Santista.
Fundada em 1974, iniciou suas atividades no Transporte Rodoviário de cargas, vindo posteriormente a expandir seus serviços para diversas outras áreas, consolidando-se com base em sua seriedade e qualidade de suas operações. Uma empresa moderna para atender às necessidades da globalização das economias que impõe cada vez mais agilidade e inteligência para a conquista de mercados nacionais e internacionais. Ao longo de seus quase 40 anos de existência a TRANSBRASA vem desenvolvendo parcerias com seus clientes, proporcionando conquistas mútuas e sólidos resultados.
Reconhecida pela sua eficiência na logística, nos setores de transporte e armazenagem de cargas, a TRANSBRASA também ajuda a promover ações visando beneficiar a comunidade e o desenvolvimento social, como o apoio ao esporte, às artes, à saúde e à segurança. Iniciativas que ajudam a construir um futuro com mais qualidade de vida e cidadania.