BIENAL SESC DE DANÇA – CONVOCATÓRIA 2011 (SANTOS)

A Bienal Sesc de Dança começa a receber propostas, de trabalhos inéditos e não inéditos, para sua sétima edição, que acontecerá de primeiro a 8 de setembro. Os interessados em participar podem enviar seus projetos até o dia 10 de maio, somente por correio e com aviso de recebimento (AR), para: Bienal Sesc de Dança Sesc Santos I Rua Conselheiro Ribas, 136 I CEP 11040-900 I Bairro Aparecida Santos I SP I Brasil. Informações: bienal@santos.sescsp.org.br.

Anúncios

Oi Futuro abre inscrições para projetos culturais em 2011

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, participou nesta segunda-feira, 8 de novembro, no auditório da Oi Futuro, no bairro do Flamengo, Rio de Janeiro, do lançamento do edital do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2011.

O programa destinará recursos para o financiamento total ou parcial de projetos aprovados em leis estaduais e municipais de incentivo à cultura. O objetivo da iniciativa é estimular a produção artística no Brasil, valorizando a diversidade como elemento fundamental da identidade  nacional. O programa também incentivará  iniciativas que valorizem talentos regionais e possibilitem o intercâmbio de ideias e a convergência entre arte e tecnologia, considerando ainda como aspectos relevantes, a capacidade de formação de novas platéias, a criação de novas oportunidades de trabalho e de formação de artistas.

O presidente do Oi Futuro, José Augusto, disse no evento que a Oi sempre teve um olhar atento e dedicado à cultura brasileira. “Desde 2001, através do Oi Futuro, investimos mais de R$ 240 milhões em manifestações artísticas em todo o país. Desse total, cerca de R$ 160 milhões foram desembolsados apenas nos últimos três anos, principalmente por meio do programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados”, informou.

Mais de 950 projetos em segmentos variados,  como teatro, danças, festivais, artes visuais e cinema, já foram contemplados com o Programa, atingindo um público estimado de 13 milhões de espectadores. Seguindo o mesmo modelo das últimas edições, o Oi Futuro será responsável pela gestão do Programa. As propostas serão avaliadas por comissões especializadas em cada uma das áreas culturais e o resultado será divulgado no site do Oi Futuro, em data a ser definida. Os projetos terão a confirmação do patrocínio condicionada à apresentação dos certificados válidos nas Leis de Incentivo à Cultura.

Os artistas e produtores culturais, interessados em participar do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2011, podem concorrer com mais de um projeto. As inscrições para o processo de seleção estarão disponíveis até 13 de dezembro no site www.oifuturo.org.br ou www.oi.com.br

 

Circuito SESC de Dança

Secrets of Mankind


Uma dica interessante para quem gosta de dança: a companhia japonesa de dança butô Dairakudakan Temputenshiki se apresenta sábado, 6/11, no Teatro do SESC Santos.

Ela mostra o espetáculo inédito no país “Secrets of Mankind – Os Segredos da Humanidade”.

Composto por 10 atos, distribuídos em 100 minutos de duração, que evocam elementos da vida, como mistério, dualidades morais e a revelação perante a morte.

O evento é uma realização SESC São Paulo e da Fundação Japão com apoio do Consulado Geral do Japão em São Paulo.

Horário: 21h.
Ingressos: de R$ 5,00 a R$ 20,00.
Classificação etária: 12 anos.

SESC Santos – Rua Conselheiro Ribas, 136.
Informações – tel (13)3278-9800.

Sesc SP abre processo seletivo para bailarinos profissionais

O Sesc SP e La Biennale di Venezia realizam o processo seletivo de bailarinos profissionais para participação no Projeto Arsenale della Danza – Body in Progress, que acontece de janeiro a maio 2011 em Veneza, Itália, dirigido pelo coreógrafo e diretor artístico do Festival de Dança Festival de Dança Festival de Dança Festival de Dança da La Biennale di Venezia, Ismael Ivo.

O processo acontecerá em duas fases. Aberto a candidatos brasileiros, com experiência sólida e qualificada em dança contemporânea, com idade entre 18 e 25 anos.

A participar da pré-seleçãoo interessado deve enviar: carta de motivação, e currículo com foto para o email: arsenale@pinheiros.sescsp.org.br
Prazo de envio: até 04/11/2010. Os selecionados serão comunicados até 06/11/2010 por email

Seleção
Os bailarinos selecionados na 1ª. Etapa participarão de um Encontro Coreográfico com Ismael Ivo, nos dias 10, 11 e 12/11/2010 no SESC Pinheiros das 13h às 21h30.

Após esta etapa serão selecionados até cinco bailarinos para participarem do Programa em Veneza.

Para os selecionados:
O projeto prevê a permanência dos cinco bailarinos selecionados por quatro meses de Janeiro à Maio de 2011 (sem interrupção) na cidade de Veneza, com aulas diárias de dança, em um espaço multifuncional que facilita o diálogo com outras disciplinas artísticas como música, vídeo, fotografia, teatro, multi-midia e arquitetura.

A Bienal de Veneza oferecerá aos participantes passagens aéreas, alimentação, seguro saúde, hospedagem e ajuda de custo durante a realização do programa.

Sesc SP abre processo seletivo para bailarinos profissionais

O Sesc SP e La Biennale di Venezia realizam o processo seletivo de bailarinos profissionais para participação no Projeto Arsenale della Danza – Body in Progress, que acontece de janeiro a maio 2011 em Veneza, Itália, dirigido pelo coreógrafo e diretor artístico do Festival de Dança Festival de Dança Festival de Dança Festival de Dança da La Biennale di Venezia, Ismael Ivo.

O processo acontecerá em duas fases. Aberto a candidatos brasileiros, com experiência sólida e qualificada em dança contemporânea, com idade entre 18 e 25 anos.

A participar da pré-seleçãoo interessado deve enviar: carta de motivação, e currículo com foto para o email: arsenale@pinheiros.sescsp.org.br
Prazo de envio: até 04/11/2010. Os selecionados serão comunicados até 06/11/2010 por email

Seleção
Os bailarinos selecionados na 1ª. Etapa participarão de um Encontro Coreográfico com Ismael Ivo, nos dias 10, 11 e 12/11/2010 no SESC Pinheiros das 13h às 21h30.

Após esta etapa serão selecionados até cinco bailarinos para participarem do Programa em Veneza.

Para os selecionados:
O projeto prevê a permanência dos cinco bailarinos selecionados por quatro meses de Janeiro à Maio de 2011 (sem interrupção) na cidade de Veneza, com aulas diárias de dança, em um espaço multifuncional que facilita o diálogo com outras disciplinas artísticas como música, vídeo, fotografia, teatro, multi-midia e arquitetura.

A Bienal de Veneza oferecerá aos participantes passagens aéreas, alimentação, seguro saúde, hospedagem e ajuda de custo durante a realização do programa.

Cidades da Baixada Santista recebem o Projeto Circuito Sesc de Artes

A cidades de Cubatão, Praia Grande, São Vicente, Guarujá, Bertioga e Registro recebem de 18 de outubro a 7 de novembro o Projeto Circuito Sesc de Artes. São seis ônibus que partem da Capital em direção a 88 cidades do Interior e Litoral do Estado. O percurso dura três semanas. Os passageiros de cada roteiro – em média 40 artistas, técnicos e produtores – levam na bagagem seu repertório artístico e apresentam seus espetáculos, um dia em cada município, nas praças públicas destas cidades. Atrás de cada ônibus, segue um caminhão levando telões de 300 polegadas e inúmeros objetos e adereços, além de palco e cenário.

O conceito da edição 2010 do Circuito explora o imaginário das praças públicas como locais de troca de experiências e pretende provocar uma suspensão no tempo cotidiano da população. A idéia é presentear cada cidade com uma programação cultural composta de diferentes linguagens artísticas. São elas: artemídia, artes visuais, circo, dança, literatura, música e teatro.

Cada um dos seis ônibus leva um bloco de programação diferente (são 60 atrações ao todo) e, num dos assentos, um cronista que produzirá textos, poemas, minicontos, fotos e pequenos vídeos a partir das experiências vividas em cada cidade. Seus relatos serão postados no site do Circuito. Além dessa crônica, como parte da programação literária, cada roteiro receberá também um “repórter abelha”, que circulará pela cidade durante o evento, captando depoimentos sobre a relação dos moradores com a literatura – o que leem, o que gostariam de ler. No fim do dia, as pessoas terão a surpresa de se ver no telão, onde seus depoimentos serão exibidos.

O conceito da edição 2010 do Circuito explora o imaginário das praças públicas como locais de troca de experiências e pretende provocar uma suspensão no tempo cotidiano da população. A idéia é presentear cada cidade com uma programação cultural composta de diferentes linguagens artísticas. São elas: artemídia, artes visuais, circo, dança, literatura, música e teatro.

Cada um dos seis ônibus leva um bloco de programação diferente (são 60 atrações ao todo) e, num dos assentos, um cronista que produzirá textos, poemas, minicontos, fotos e pequenos vídeos a partir das experiências vividas em cada cidade. Seus relatos serão postados no site do Circuito. Além dessa crônica, como parte da programação literária, cada roteiro receberá também um “repórter abelha”, que circulará pela cidade durante o evento, captando depoimentos sobre a relação dos moradores com a literatura – o que leem, o que gostariam de ler. No fim do dia, as pessoas terão a surpresa de se ver no telão, onde seus depoimentos serão exibidos.

O Circuito Sesc de Artes viaja o Estado de São Paulo por lugares como a pequena Ibaté (com 28 mil habitantes) até as grandes cidades, como Campinas, São José do Rio Preto, São Carlos, Ribeirão, São José dos Campos e Sorocaba, entre outras. Cada unidade do SESC no interior, litoral e Grande São Paulo se encarrega de estender esta ação a até oito cidades em seu entorno.

A edição deste ano apresenta artistas como Simoninha, Max de Castro, Banda Black Rio, Cia Nova Dança, Los Gingers (grupo circense espanhol), Grupo La Mínima, Grupo Acrobáticos Fratelli e Paulinho Moska, entre outros. Também tomam estes ônibus os cronistas Tavinho Paes, Inês Cardoso, Daniel Pellizzari, entre outros.

Teatro, dança, circo, música

“Além de levar algo novo para as cidades, o Circuito inclui projetos que interajam diretamente com o público, ou que o tire do seu percurso habitual”, acrescenta Sérgio Pinto, assistente da Gerência de Ação Cultural do SESC SP”. Em teatro, por exemplo, um dos destaques é a Cia O Povo em Pé, com o espetáculo Pausa para Respirar. Vestidos com jalecos brancos, os atores convidam a platéia para uma pausa. O público senta em uma cadeira e repousa os pés sobre numa bandeja com grama ou terra. Dessa forma, são convidados a uma reflexão. Para Cris Estevam, diretora da Cia OPOVOEMPÉ, a intervenção (ou “atendimento” como a diretora prefere) Pausa para Respirar foi criada para oferecer um olhar diferente sobre o espaço urbano.

Em dança, o Coletivo Grua – Gentlemen de Rua, sob direção do coreógrafo Jorge Garcia, viaja com o espetáculo Corpos de Passagem, com 8 bailarinos trajados com ternos pretos (criados pelo estilista João Pimenta). Nas cidades farão performances e improvisos a partir das interações com as pessoas e espaços públicos. Ainda nessa área, a bailarina Cris Oliveira apresenta seu Espaço para Dança. Com uma arara de roupas e um set de músicas, o público escolhe o figurino e a música a ser interpretada pela artista.

“Em artemídia, foram selecionados artistas que oferecem uma nova forma de cinema. Com a proposta de apresentar a cidade um filme feito ao vivo, a partir de imagens abstratas e de sons eletrônicos gravados nas ruas, o Circuito exibe como novidade, o Live Cinema. Dentre os artistas dessa linguagem a dupla Daniel Nunes e Leandro Araújo passeia pela cidade captando seus sons. Ao retornar à praça, inserem “os barulhos da cidade” no software criado por eles para transformar sons em imagens e imagens em novas e diferentes trilhas, num espetáculo para os olhos e ouvidos.”

Em circo, vale conferir Los Gingers, companhia espanhola com acrobatas que “fingem” não acertar seus malabarismos durante a performance e a palhaça Lu Lopes e seu Rubra Pocket Show. Em artes visuais, as atrações seguem o objetivo da curadoria, inserindo o público e a praça em poéticas visuais. Assim, o artista plástico Bruno Vianna, por exemplo, faz o Eletropipas, ensinando o público a criar pipas modificadas com luzes e circuitos. No final do dia, estas pipas sobem ao céu com estes leds luminosos e iluminam a praça durante o baile que fecha a programação. As atrações na área de música reúnem um repertório animado, com destaque para artistas como Max de Castro e Simoninha, com o Baile do Simonal.

Para Aldo Quiroga, criador do “Repórter Abelha”, os vídeo-repórteres buscam uma forma de aglutinar o público. Ao mesmo tempo em que o entrevistado fala da sua experiência sobre literatura, ele é convidado pelo repórter a ir à praça para se assistir. Desta forma, encontra outras pessoas e divide sua experiência”.

De acordo com Sérgio Pinto, “as atividades se concentram em três semanas para desta forma enriquecer o encadeamento da programação a fim de possibilitar a percepção de um circuito de atividades único”. Cada cidade foi escolhida pelo SESC com o critério de fortalecer o conceito de Rede, inclusive nos municípios que não dispõem de Unidades do Sesc.

Para Danilo Santos de Miranda, Diretor Regional do SESC São Paulo, o Circuito Sesc de Artes 2010 tem como objetivo difundir as diversas manifestações culturais e, com isso, reforçar a ação do Sesc nas cidades do interior, litoral e Grande São Paulo.”É uma oportunidade de levar às 88 cidades por onde o circuito passará atividades diferenciadas que estimulem a participação e aproximem o público. Além disso, a edição deste ano aborda o conceito do imaginário das praças e pretende resgatar o encontro das pessoas para a troca de experiências”.

Dança no Sesc Santos

Cia Deborah Colker apresenta o espetáculo MIX no Sesc Santos

Cia Deborah Colker apresenta o espetáculo MIX nos dias 2 e 3 de outubro, sábado, às 21h e domingo, às 18h, no Teatro do SESC Santos. Concebido originalmente para ser apresentando na 6ª Bienal de Dança de Lyon, o espetáculo reúne os dois primeiros espetáculos da companhia: Vulcão e Velox. Mix deu a Deborah em 2001, o prêmio Lawrence Olivier – considerado o maior de artes cênicas do Reino Unido. Direção, Criação e Coreografia: Deborah Colker.