Programação Oficina Cultural Pagu

 

Oficina Cultural Pagu abre inscrições para suas atividades em toda a região a partir desta segunda feira 16/07. Vejam os cursos oferecidos. A programação é gratuita.

OFICINA DE PINTURA A ÓLEO: 90 ANOS DE ARTE MODERNA

Coordenação: Bel Braga
9/8 a 27/9 – quintas-feiras – 14h às 17h
Público: interessados em pintura, acima de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 9/8
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Por meio do conhecimento das obras de modernistas como Vicente do Rego Monteiro, Anita Malfatti, Lasar Segall, Tarsila do Amaral e Ismael Nery, os participantes serão orientados a produzir trabalhos inspirados nas técnicas empregadas por esses grandes pintores brasileiros.

A artista plástica Bel Braga, também decoradora, é membro da Academia Brasileira de Arte e Cultura e vice-presidente do Núcleo de Arte e Cultura do Litoral Paulista. Participou de diversos salões e mostras, como a realizada em comemoração ao ano da França no Brasil, em que foi premiada.

*PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

OFICINA DE ESCULTURA: REVISITANDO OS 90 ANOS DA ARTE MODERNA

Coordenação: Luis Bayón Torres
10 a 14/9 – segunda a sexta-feira – 14h às 17h
Público: artistas plásticos, estudantes de arte e demais interessados a partir de 15 anos
Inscrições: 16/7 a 23/8
Seleção: currículo
20 vagas

A oficina propõe a criação de esculturas a partir de releituras contemporâneas de grandes obras de artistas brasileiros modernistas, abordando durante o processo os fundamentos estéticos da composição: forma, volume, dimensão, simetria, movimento e harmonia, entre outros.

Luis Bayón Torres é especialista em Escultura pela Faculdade de Belas Artes de Barcelona. Lecionou na Faap e no Museu Brasileiro de Escultura, em São Paulo, e na Escola D’Arts i Oficis, em Barcelona. Possui obras em acervos do Brasil, Portugal e Malta.

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

OFICINA DE ELABORAÇÃO DE PROJETO E PRODUÇÃO DE DOCUMENTÁRIO

Coordenação: Lílian Santiago
4 a 25/8 – sábados – 14h às 17h
Público: produtores e gestores culturais e estudantes de audiovisual a partir de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 1/8
Seleção: carta de interesse
20 vagas

A oficina fornecerá subsídios para a elaboração de projetos na área audiovisual, esclarecendo seus tópicos indispensáveis – necessidades de produção, orçamento, cronograma e distribuição, entre outros – e informando sobre editais, concursos e leis de incentivo.

A cineasta e produtora Lílian Santiago é professora do curso de Cinema e Audiovisual do Ceunsp. Entre seus filmes estão “Balé de Pé no Chão”, premiado como melhor documentário no I Holllywood Brazilian Film Festival (ocorrido em Los Angeles em 2009), e “Família Alcântara”, exibido nos cinemas e na TV.

BALLET STAGIUM: NOVENTA E VINTE DOIS

Coordenação: Ballet Stagium
1/9 – sábado – 14h às 17h
Público: bailarinos e estudantes de dança
Inscrições: 16/7 a 1/9
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas

Por meio da apresentação do processo de criação da inédita coreografia “Noventa e Vinte Dois” desenvolvida pelo Ballet Stagium em homenagem aos 90 anos da Semana de Arte Moderna, o encontro debaterá os conceitos da dança modernista presentes na produção contemporânea.

Uma das companhias de dança mais respeitadas do Brasil, o Ballet Stagium foi fundado por Marika Gidali e Décio Otero em 1971. Nesses 40 anos de existência criou cerca de 80 coreografias e realizou mais de 3000 apresentações, para um público de aproximadamente dois milhões de espectadores.

 * PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

OFICINA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA – MÓDULO 2

Coordenação: Míriam Carbonaro
21/8 a 27/9 – terças e quintas-feiras – 15h às 17h
Público: bailarinos, atores e demais interessados com alguma experiência em artes cênicas, acima de 16 anos
Inscrições: 16/7 a 16/8
Seleção: aula-teste (16/8 – quinta-feira – 15h)
25 vagas

Por meio de teoria e prática, a oficina desenvolverá exercícios mais complexos, abordando temas como: relação do corpo com o espaço e o tempo, peso, relaxamento e qualidades dinâmicas do movimento.

Míriam Carbonaro é bailarina e professora de dança. À frente do Grupo Athos, foi premiada com o Troféu Plínio Marcos 2009 em quatro categorias: Melhor Bailarina, Melhor Coreógrafa, Melhor Grupo de Dança e Melhor Espetáculo de Dança (“in-TRADUZA”).

OFICINA: A FOTOGRAFIA MODERNISTA E SUA POÉTICA

Coordenação: Tito Wagner
15 a 31/8 – quartas e sextas feiras – 18h30 às 21h30
Público: fotógrafos e demais interessados a partir de 16 anos que tenham prática em fotografia
Inscrições: 16/7 a 10/8
Seleção: carta de interesse e currículo
Vagas: 20

A partir de exercícios práticos e da análise de técnicas e conceitos, a oficina estabelecerá um recorte na história da fotografia para evidenciar a poética dominante no período modernista.

Tito Wagner é arte-educador, fotógrafo, jornalista e documentarista. Participou, dentre outros eventos, da 10ª Bienal de Artes em Santos, do Festival Santista de Curtas-Metragens e do 1º Encontro de Arte Contemporânea Caiçara em São Vicente.

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

WORKSHOP: DI CAVALCANTI, ANITA MALFATTI E TARSILA DO AMARAL SOB O OLHAR DA FOTOGRAFIA

Coordenação: Melissa Szymanski
30 e 31/8 – quinta-feira – 19h às 21h | sexta- feira – 11h às 14h
Público: fotógrafos e estudante de fotografia que possuam câmera analógica
Inscrições: 16/7 a 27/8
Seleção: questionário
20 vagas

Após a exibição e análise de imagens das obras de artistas como Anita Malfatti, Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral, os participantes farão passeios pela cidade buscando os elementos de enquadramento, composição, saturação e contraste que melhor exprimam a linguagem usada pelos modernistas.

Melissa Szymanski é especialista em Fotografia pelo Instituto Europeo di Design e pela John Kaverdash Accademia di Fotografia, ambos em Milão, na Itália. Tem experiência como fotógrafa na Ford Models Brasil, MTV Brasil e na revista italiana Moda Pelle Fashion Magazine.

 

Lecionou na Faap e no Museu Brasileiro de Escultura, em São Paulo, e na Escola D’Arts i Oficis, em Barcelona. Possui obras em acervos do Brasil, Portugal e Malta.

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

WORKSHOP DE TEATRO: MACUMBA ANTROPÓFOGA

Coordenação: Teatro Oficina
31/8 – sexta-feira – 19h às 22h
Público: atores e estudantes de teatro
Inscrições: 16/7 a 27/8
Seleção: currículo
20 vagas

O workshop apresenta as técnicas do Teatro Oficina no processo na criação do espetáculo “Macumba Antropófaga”, que homenageia os artistas da Semana de 22, especialmente Oswald de Andrade. O jornalista e diretor teatral santista Roberto Fernandes Peres atuará como mediador deste encontro entre a companhia e o público.

O Teatro Oficina foi fundado em 1961, por José Celso Martinez Correa, Renato Borghi, Fernando Peixoto,Ítala Nandi e Etty Fraser. O espetáculo “O Rei da Vela” (1967) foi um momento crucial para o teatro brasileiro e para o movimento tropicalista. A partir dos anos 1980/90 o grupo inicia uma nova fase na qual a autoria dos espetáculos é coletiva, mas sempre com a grande presença de Zé Celso marcando todos os projetos.

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

PALESTRA: DE 1922 A 2012 – ARTES, CINEMA, MÚSICA E LITERATURA

Coordenação: Ateliê Aberto
1/9 – sábado– 14h às 17h
Público: artistas plásticos, atores, cineastas, escritores, estudantes e demais interessados
Inscrições: 16/7 a 1/9
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Unisanta: Rua Doutor Oswaldo Cruz, 266 – Boqueirão

A palestra vai abordar o repertório de artistas contemporâneos e identificar suas referências estéticas na produção da arte moderna a partir da Semana de 1922, abrangendo música, artes visuais, literatura e cinema.

Fundado em 1997, o Ateliê Aberto é um organismo autogerido e interdependente sediado em Campinas, voltado à cultura contemporânea. Com uma produção autoral, o grupo idealiza e implementa projetos dentro e fora de seu espaço, compondo uma programação contínua de exposições, residências, intervenções urbanas, workshops e apresentações musicais. Os integrantes são: Samantha Moreira (artista plástica), Maria Endo (produtora cultural), Henrique Lucas (produtor audiovisual) e Lucas Guedes (jornalista).

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA 

PALESTRA: 1922 – A SEMANA QUE NÃO TERMINOU

Coordenação: Marcos Augusto Gonçalves
1/9 – sábado – 16h às 18h (sessão de autógrafos: 18h às 20h)
Público: interessados a partir de 14 anos
Inscrições: 16/7 a 1/9
Seleção: primeiros inscritos
20 vagas
Local: Livraria Realejo: Avenida Marechal Deodoro, 2 – Gonzaga

Tendo por tema o mais recente livro de Marcos Augusto Gonçalves, “1922 – A Semana Que Não Terminou”, esta palestra visa reconstituir o contexto histórico da época em que ocorreu a Semana de Arte Moderna, traçar um perfil dos protagonistas, expor seus laços e rupturas com a tradição e relatar os fatos que aconteceram no Teatro Municipal de São Paulo naqueles dias de fevereiro de 1922. Após a palestra, o autor lançará em Santos seu livro “1922 – A Semana Que Não Terminou”. 

Marcos Augusto Gonçalves estudou Literatura na PUC-RJ e cursou mestrado em Comunicação na UFRJ. Foi editor da Ilustrada e do caderno Mais!, na “Folha de S.Paulo”. É autor, com Heloisa Buarque de Hollanda, de “Cultura e Participação nos Anos 60” e organizador de “Pós-Tudo – 50 Anos de Cultura na Ilustrada”.

* PROJETO ESPECIAL: 90 ANOS DA SEMANA DE ARTE MODERNA

OFICINA DE ARRANJOS MUSICAIS POR MEIO DE SOFTWARES

Coordenação: Fábio Salgado
9/8 a 27/9 – quintas-feiras – 19h às 22h
Público: músicos, compositores e interessados com conhecimento de informática, a partir de 18 anos
Inscrições: 16/7 a 6/8
Seleção: currículo
20 vagas
Local: Pinacoteca Benedicto Calixto: Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15

A oficina fornecerá subsídios para a elaboração de composições e arranjos musicais por meio de softwares específicos e periféricos, como Encore, Band in Box, Sonar e Sound Forge, bem como para sua veiculação em CD, MP3 e internet.

Fábio Salgado é compositor, arranjador, tecladista e sound designer. Entre seus mais recentes trabalhos está a produção do CD e DVD “Classical Rendez-Vous” do pianista Eduardo Paulino. Usa o computador para compor desde 1992, tendo escrito sobre o assunto em diversas revistas especializadas em música e tecnologia.

Praça dos Andradas, s/nº – Centro – Cep: 11010-100 – Santos/SP
Telefone:  (13) 3219-2036 / 3219-1741 | pagu@oficinasculturais.org.br
Funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 13h às 22h e sábado das 9h às 18h

A sede da Oficina Cultural Pagu está em reforma. Nosso atendimento está sendo feito no endereço:
Rua Napoleão Laureano,89 CEP 11070-140
Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira, das 14h às 22h

Anúncios

Espetáculo de circo se apresenta nesta Terça feira no projeto Teatro a Bordo Mostra Santos

Dois palhaços tradicionais circenses, cansados com as dificuldades da vida artística, tentam encontrar uma forma de sobreviver. Fuxico, de olho nos altos salários e facilidades, convence Chevete que a melhor solução está na carreira política e decide se candidatar a presidência da república. Nesta sátira a trajetória da campanha é apresentada criticando os corruptos, à situação política do Brasil e evidenciando a função do artista na sociedade.
Sobre o tema:

Tendo como tema central o cenário político brasileiro e as eleições, os atores criadores Junior Brassalotti e Sidney Herzog se utilizam da estrutura dramatúrgica de circo teatro e da máscara cômica para a composição dos palhaços Fuxico e Chevete.
Baseado nas características do palhaço e com olhar sobre o dia a dia da política no Brasil, utilizamos como base para a pesquisa cadernos de política, imprensa escrita, virtual e televisiva que expõem alguns fatos e situações que serviram como fonte para os assuntos apontados na montagem. A linguagem do palhaço com um roteiro de pesquisa de acontecimentos do cotidiano, para a dupla, é sempre o ponto de partida.
Sobre o grupo:

Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses é o primeiro grupo da Baixada Santista de pesquisa da linguagem circense, nasceu na Escola Livre de Circo em Santos em Abril de 2005.
Essa oficina, ministrada pelo Núcleo Pavanelli de São Paulo, teve como objetivo implementar na cidade através da Oficina Cultural Regional Pagu uma Escola de Circo com aulas permanentes e que proporcionasse aos participantes uma capacitação profissional, para execução de números circenses, espetáculos e formação de instrutores.
Formaram no início de 2005 o grupo Os Panthanas, foram mais de 100 apresentações por todo a Baixada Santista e Estado de São Paulo, em ruas, palcos, praças e festivais, que conferiram ao grupo experiência e maturidade artística e a convicção pela opção de levar o circo para as praças e palcos do Brasil.
O grupo ganhou em 2010 o Prêmio Plínio Marcos de Melhor Grupo Circense e de Melhor Espetáculo de Circo para “Brasileirinho”, seu 1º espetáculo que também deu ao grupo o 2º lugar no Festival Nacional de Teatro de Rua de Mogi das Cruzes.
O espetáculo estreou em Março em Santos, já se apresentou no Estado do Rio de Janeiro e está com apresentações agendadas na cidade de Santos em Junho e São Paulo em Julho.
MOSTRA TEATRO A BORDO SANTOS
Até 9 de junho vários espetáculos estarão em vários espaços e locais da cidade, como Zona Noroeste, Praia da Aparecida, Emissário Submarino e o Centro. São oito peças teatrais para adultos e crianças, oficinas e cinema, tudo com participação gratuita.
A magia, a animação e a alegria do Teatro a Bordo poderão ser conferidas pelos moradores de diversos bairros de Santos durante dez dias de apresentações gratuitas do Teatro a Bordo Mostra Santos, no período de 22 de maio a 9 de junho. As atividades fazem parte da caravana Teatro a Bordo, que desde 2007 percorre cidades de todo o Brasil, levando teatro, contações de história, circo, oficina de reciclagem e cinema gratuitamente para crianças e adultos.
Uma realização de BERTHI Produção e Arte, o Teatro a Bordo Mostra Santos conta com o patrocínio da Transbrasa, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, o apoio local é da Prefeitura Municipal de Santos, através da Secretaria de Cultura.
Maiores informações: http://www.teatroabordo.com.br
Serviço:

Espetáculo: Uma palhaçada federal
Grupo: Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses
Local: Emissário Submarino de Santos
Quando: 29 de Maio, Terça feira
Entrada franca
Horário: 20h
Ficha técnica:

Direção: Marcos Pavanelli e Simone Brittes Pavanelli
Elenco, dramaturgia e produção: Sidney Herzog e Junior Brassalotti
Classificação etária: livre
Realização: Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses

Parlapatões abrem FESTA 54

Grupo paulistano traz a Santos a comédia “Ridículos Ainda e Sempre”, na abertura do do Festival Santista de Teatro, que começa na próxima sexta-feira, dia 13 de abril. Programação conta com dez dias de intensa atividade cultural

O espetáculo “Ridículos Ainda e Sempre”, dos Parlapatões, vai marcar a abertura oficial do FESTA 54 – Festival Santista de Teatro, na noite da próxima sexta, dia 13 de abril. O festival, considerado o mais antigo do gênero em atividade no País, prevê uma série de atividades durante os dez dias em que ocorre. Além das peças de teatro, debates, mesas-redondas, atividades formativas, exposições artísticas e apresentações culturais fazem parte da programação.

Com trabalhos voltados para a comédia, os Parlapatões existem desde 1991, e estão entre os grupos teatrais mais reconhecidos do teatro nacional, passando ainda pelos principais festivais internacionais realizados no País. A peça “Ridículos Ainda e Sempre” é uma adaptação de Antonio Abujamra e Hugo Possolo do texto do poeta russo surrealista Daniil Kharms, com tradução de Tatiana Belinky.
A solenidade de abertura oficial do FESTA será a partir das 20 horas, no Teatro Municipal Braz Cubas. Após a apresentação do espetáculo, haverá debate com o grupo sobre a peça, iniciativa que acontecerá em todas as apresentações das mostras oficiais do festival (Adulto, Infantil e de Rua). Em seguida, a partir das 23 horas, na Praça dos Andradas, tem início o Quintal da Pagu, com o show “Lírico, Popular e Bandido” em memória a Zéllus Machado, artista local falecido este ano, que será homenageado na noite pelos cantores Danilo Nunes e Simone Ancelmo. O Quintal da Pagu é um espaço de confraternização entre artistas e público, e contará com festas temáticas durante todos os dias do FESTA.
Assim como no ano passado, é o público quem decide quanto vai pagar pela entrada nos espetáculos: é a campanha Pague Quanto Quiser, que visa incentivar a formação de público, sem deixar de valorizar os espetáculos. Nela, o público pode escolher pagar de R$ 2 a até R$ 10 por um ingresso.
O festival deste ano tem como tema “Arte, Política e Pensamento”, e isso foi levado em consideração como critério de seleção pelos curadores do festival. Entre os espetáculos inscritos (propostas foram enviadas de todas as regiões o País), foram selecionados os grupos e peças que pudessem trazer mais elementos para uma discussão sobre a função da arte e da pesquisa na sociedade.

Fórum do Interior
Ainda relacionado ao tema do festival, acontece nos dias 21 e 22 de abril o 4º Fórum do Interior: Artes e Políticas Públicas. O encontro deve reunir artistas de todo o estado de São Paulo na discussão sobre a atual política cultural em relação à formação, pesquisa, produção e difusão cultural, além de apontar alternativas que garantam a continuidade e permanência do artista em sua região. O último Fórum do Interior foi em Hortolândia, em dezembro do último ano.
A programação completa do FESTA 54 pode ser acessada a partir desta segunda-feira, no http://www.festivalsantista.com.br, ou pelas redes sociais.

FESTA
Criado por Pagu em 1958, o FESTA é considerado o festival de teatro mais antigo em atividade no Brasil. Em 2011 foi agraciado pelo Ministério da Cultura com a Ordem do Mérito Cultural, honraria concedida a personalidades, grupos artísticos, instituições e iniciativas que mais contribuem para o cenário cultural brasileiro.
O FESTA 54 – Festival Santista de Teatro é realizado pelo Movimento Teatral da Baixada Santista e Associação dos Artistas, e tem como parceiros Governo do Estado, Prefeitura Municipal de Santos e Sesc Santos.
Abertura do FESTA 54 – Festival Santista de Teatro

20h: Solenidade de abertura

21h: Mostra Adulto: “Ridículos Ainda e Sempre” – Parlapatões
Local: Teatro Municipal Braz Cubas – Av. Pinheiro Machado, 48 – Vila Mathias
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo

23h: Homenagem a Zéllus Machado
Show Lírico, Popular e Bandido. Com Danilo Nunes e Simone Ancelmo
Local: Quintal da Pagu – Pça dos Andradas – Centro

Programação do FESTA a partir de segunda-feira, dia 09, nowww.festivalsantista.com.br.
Ridículos Ainda e Sempre
Parlapatões
São Paulo (SP)

O espetáculo surge a partir de texto do poeta russo surrealista Daniil Kharms, com tradução de Tatiana Belinky e adaptação de Antonio Abujamra e Hugo Possolo. No palco, cinco pessoas totalmente ridículas, como qualquer ser humano, vivem situações aparentemente desconexas entre si. O que dará sentido a todas é a ideia de descoberta. De encontros amorosos a discussões sobre política, de disputas esportivas ao momento de uma refeição, tudo tem uma ligação. Porém, cada uma das situações contém algo inusitado que os desprende da realidade. Ridículos Ainda e Sempre permite aos Parlapatões retomem elementos do início do grupo, como o espírito de cabaré de Karl Valentin, o cômico que influenciou Brecht. Assim buscam o sentido lírico naquilo que o palhaço tem de mais importante, que é fazer o público rir.

Desde 1991 os Parlapatões trabalham voltados para a comédia, desenvolvendo uma dramaturgia própria, utilizando técnicas circenses e recursos do teatro de rua. Seus espetáculos circularam em diversas capitais do país e também com apresentações em outros países. Destacaram-se nos principais festivais internacionais realizados no Brasil: FIAC, em São Paulo; FTC, de Curitiba; FILO, de Londrina; FIT, de Belo Horizonte e Porto Alegre em Cena. Em 2006, iniciaram as atividades do Espaço Parlapatões, no centro de São Paulo. O Espaço Parlapatões abriga produções do grupo e de outros grupos e se tornou palco da inovadora cena teatral contemporânea. Em 2011, o grupo comemora seus 20 anos com a estreia de Ridículos Ainda e Sempre, de Daniil Kharms. Atualmente, os Parlapatões atuam e produzem diversos espetáculos, apresentando seu repertório, circulando por todo o país, mantendo o Espaço.

Ficha Técnica
Texto: Daniil Kharms
Tradução: Tatiana Belinky
Adaptação: Antonio Abujamra e Hugo Possolo
Direção: Hugo Possolo
Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto, Jaqueline Obrigon, Abhiyana e Hélio Pottes
Trilha Sonora: André Abujamra
Cenário e Figurino: Hugo Possolo
Assistência de Figurinos: Silvana Ivaldi
Pintura Cênica: Werner Schulz
Iluminação: Reynaldo Thomaz e Hugo Possolo
Objetos de Cena: Inês SakayF, Armando Júnior e Juciê Batista
Pesquisa de Imagens e Pintura de Cenário: Werner Schulz
Operação de Som: Arthur Karbstein
Operação de Luz: Reynaldo Thomaz
Costureiras (Figurino): Alice Correa e Cleide Niwa
Costureira (Cenário): Leci de Andrade
Fotos: Luiz Doroneto
Programação Visual: Werner Schulz
Produção Executiva: Cristiani Zonzini e Vivan Dozono
Classificação Etária: 14 Anos
Se apresentam nas mostras oficiais do FESTA 54:

Mostra Adulto:
“As Desgraçadas” – Cia Auroras – São Paulo (SP)
“Reclame – Uma História de Amor” – Cia Teatral Cenicomania – Santos (SP)
“Deus e o Diabo na Terra do Sol” – Cia Provisória – Rio de Janeiro (RJ)
“O Canto de Gregório” – Grupo Magiluth – Recife (PE)
“As Três Irmãs” – Traço Cia de Teatro – Florianópolis (SC)
“O Ovo e a Galinha” – Teatro do Desconhecido – São Paulo (SP)

Mostra Infantil:
“Cada qual no seu Barril” – Cia da Revista – São Paulo (SP)
“A Centopeia Judite” – Cia Arueiras do Brasil – Praia Grande (SP)
“Clarice Matou os Peixes” – Cia do Abração – Curitiba (PR)
“Sem mais nem Menos – Cia Noz de Teatro e Dança – São Paulo (SP)
“O Pato, a Morte e a Tulipa” – Cia de Feitos – São Paulo (SP)

Mostra de Rua:
“A Farsa do Pão e Circo” – Teatro de Caretas – Fortaleza (CE)
“A Pereira da Tia Miséria” – Núcleo ás de Paus – Londrina (PR)”Top! Top! Top! – Ivo 60 – São Paulo (SP)”Helena Pede Perdão e é Esbofeteada” – Tablado de Arruar – São Paulo (SP)”Futebol, nossa Paixão: Pra Falar sobre Política, Futebol e Religião” – Cambada de Teatro em Ação Direta Levanta Favela – Porto Alegre (RS)

Os Phantanas apresentam seu novo espetaculo na area continental neste fim de semana.

Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses


NÃO TEM A MENOR VERGONHA NA CARA DE APRESENTAR:

 


 “UMA PALHAÇADA FEDERAL

 

Grupo circense apresenta no   Caruara e na Zona Noroeste espetáculo de rua que fala das palhaçadas na política brasileira

 

 

O grupo Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias Circenses de Santos volta para mais apresentações do espetáculo circense “Uma palhaçada federal”, que tem o palhaço como personagem, trabalhando como tema o cenário político e as eleições no Brasil.

 

Sinopse:

 

Dois palhaços tradicionais circenses, cansados com as dificuldades da vida artística, tentam encontrar uma forma de sobrevier. Fuxico, de olho nos altos salários e facilidades, convence Chevete que a melhor solução está na carreira política e decide se candidatar a presidência da república. Nesta sátira a trajetória da campanha é apresentada criticando os corruptos, à situação política do Brasil e evidenciando a função do artista na sociedade.

Este espetáculo foi contemplado com o FACULT – Programa de Apoio Cultural 2010 da Prefeitura Municipal de Santos – Secretaria de Cultura.

 


 NOSSA TRAJETÓRIA

 

Os  Panthanas – Núcleo de Pathifarias  Circenses   é o primeiro grupo da Baixada Santista de pesquisa da linguagem circense, nasceu na Escola Livre de Circo em Santos em Abril de 2005.

 

Essa oficina, ministrada pelo Núcleo Pavanelli de São Paulo, teve como objetivo implementar na cidade através da Oficina Cultural Regional Pagu uma Escola de Circo com aulas permanentes e que proporcionasse aos participantes uma capacitação profissional,  para execução de números circenses, espetáculos e  formação de instrutores.

 

Com aulas de história do circo, teatro, teatro de rua, expressão vocal, percussão, perna de pau, malabares, acrobacias, trapézio, tecido e palhaço, o curso foi tomando forma e foram se de alguns alunos com maior interesse na formação circense e na atuação como profissionais da área.

 

Além da parte prática esse grupo mergulhou em uma profunda pesquisa sobre a história do circo no Brasil e no mundo que fornecesse a eles base concreta para montagens.

 

Formaram no início de 2006 o grupo Os Panthanas, foram mais de 100 apresentações por todo a Baixada Santista e Estado de São Paulo, em ruas, palcos, praças e festivais,  que conferiram ao grupo experiência e  maturidade artística e a convicção pela opção de levar o circo para as praças e palcos do Brasil.




Serviço:


Espetáculo: Uma palhaçada federal

Grupo: Os  Panthanas – Núcleo de Pathifarias  Circenses  


Ficha técnica:

Elenco, dramaturgia e produção: Sidney Herzog e Junior Brassalotti

Direção: Marcos Pavanelli e Simone Brittes Pavanelli

Trilha sonora original:  Letras: Junior Brassalotti e Sidney Herzog

Musica: Zero Beto Freire

Figurinos e fotografia: Kadu Veríssimo

Preparação vocal: Fernando Pompeu e Elisângela Lima

Preparação de técnicas circenses: Marcos Pavanelli

Iluminação: São Pedro

Caricaturas: Joel Gustof

Design visual : Betinho Neto

Classificação etária: livre

 

Realização: Os Panthanas – Núcleo de Pathifarias  Circenses  

 

 Apoio: Prefeitura Municipal de Santos, Secretaria de Cultura, FACULT – Programa de Apoio Cultural – 2010.

 

Apoio Cultural: Athos – Núcleo Artístico, Espaço Teatro Aberto, Núcleo Pavanelli, Associação Cultural Olhar Caiçara,  Santos Convetion & Visitours Bureau e A Confraria Produções, Oficina Cultural Pagu.

 

Quando:

 

 

30 de Março, Sexta feira: Caruara – Praça das Palmeiras, 15h;
1º de Abril, Domingo: Praça da Paz na Zona Noroeste, as 17hs.

 

Entrada franca.

 

 

No caso de chuva o espetáculo será cancelado.




 

OFICiNA CULTURAL PAGU ABRE INSCRIÇÕES GRATUITAS PARA SEUS CURSOS DE ABRIL A JULHO

A partir do dia 2/4 estão abertas as inscrições para os cursos da Oficina Cultural Pagu. São atividades gratuitas para crianças, jovens e adultos nas seguintes áreas: Designer Gráfico, Circo, Fotografia, Coro Cênico, Teatro, Produção de Audiovisual, Rádio, Videoclipe, Dj e Dança. Toda a programação está disponível no site: http://www.oficinasculturais.org.br/programacao/regionais-abril-junho-2012/pagu.php . Em Santos os interessados poderão inscrever-se pelo email: pagu@oficinasculturais.org.br (exceto para as atividades com seleção para primeiros inscritos) ou pessoalmente no endereço da sede: Rua Napoleão Laureano, 89 – Marapé – Santos (Centro Comunitário São Judas Tadeu) de 2a a 6a feiras das 14h ás 20h. E na região nos locais indicados pelas cidades. Maiores informações pelos telefones: 3219 2036 / 3219 1741.

Programação de Abril a Junho de 2012
ARTES PLÁSTICAS

WORKSHOP DE DESIGN GRÁFICO: CRIANDO NARRATIVAS VISUAIS A PARTIR DE ICONOGRAFIA DO MUNDO DO FUTEBOL
Coordenação: Didiana Prata.
24 e 25/5 – quinta e sexta-feira – 18h30 às 21h30.
Público: estudantes de artes plásticas e design e demais interessados a partir de 18 anos. É recomendado que os participantes possuam notebook com softwares CorelDRAW e Photoshop.
Inscrições: 2/4 a 22/5.
Seleção: carta de interesse.
20 vagas.

O workshop propõe desenvolver um cartaz ou uma sequência de postais sobre o universo do futebol. Serão abordados aspectos do design gráfico, como tipografia, edição de imagens e fotomontagem com o uso dos softwares CorelDRAW e Photoshop.

Didiana Prata é formada em Arquitetura e Urbanismo pela USP. É professora de Design de Publicações na Miami Ad School / ESPM, em São Paulo; foi editora de arte do jornal “Folha de S.Paulo” e diretora de arte da revista “Elle”.

AUDIOVISUAL

OFICINA DE VIDEOCLIPE
Coordenação: Marcel Recioli.
19/4 a 11/5 – quintas e sextas-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: estudantes de audiovisual, produtores, músicos e artistas, a partir de 18 anos.
Inscrições: 2 a 15/4.
Seleção: currículo.
20 vagas.

Oficina predominantemente teórica, com análise de produção e semiótica dos videoclipes, complementada por exercícios que darão aos participantes noções básicas de como montar um vídeo musical.

Marcel Recioli é músico, produtor e pesquisador audiovisual, especializado em Criação de Imagem e Som pelo Senac e mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC. Trabalha com net art, videoclipe e videoarte.

OFICINA DE PRODUÇÃO AUDIOVISUAL
Coordenação: Simone Scigliano
4/6 a 17/7 – segundas e terças-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: estudantes de audiovisual, produtores e artistas, a partir de 17 anos.
Inscrição: 2/4 a 31/5.
Seleção: currículo.
20 vagas.

A oficina versará sobre todas as etapas do planejamento e desenvolvimento de um audiovisual, privilegiando o ponto de vista da produção na abordagem de aspectos como roteiro, elaboração de orçamento, casting, locação de equipamentos, contratos, plano de filmagem, edição e comercialização.

Simone Scigliano formada pela FAAP, é docente universitária de Rádio, TV e Cinema. Atuou nas áreas de direção, produção e edição em várias emissoras de TV, incluindo Record, Bandeirantes, Cultura, Gazeta e Rede TV.

CIRCO

OFICINA DE ACROBACIAS DE SOLO E MALABARES – MÓDULO 2
Coordenação: Kelly Jandaia.
Assistência: Janaína Melques Fernandes.
20/4 a 29/6 – sextas-feiras – 14h às 17h.
Público: crianças e adolescentes, a partir de 8 anos.
Inscrições: 2 a 17/4.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.

Oficina de aprimoramento de artes circenses, com estudos e exercícios de técnicas acrobáticas, perna de pau e malabares com bola, aros, laços e claves.

Kelly Jandaia é acrobata formada em Educação Física, com curso de extensão em Circo na FMU. Atuou em espetáculos de circo e de teatro de rua; ministrou oficinas de circo para colégios, escolas de teatro e para a Prefeitura de Santos. A assistente Janaína Melques Fernandes é acrobata, com graduação e especialização em Educação Física, e desenvolve trabalho pedagógico com alunos da rede pública.

DANÇA

OFICINA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA – MÓDULO 1
Coordenação: Míriam Carbonaro.
8/5 a 19/6 – terças e quintas-feiras – 15h às 17h.
Público: bailarinos, atores e interessados com conhecimentos básicos, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 4/5
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.

Por meio de teoria e prática, a oficina apresentará os princípios básicos da dança contemporânea, abordando temas como, entre outros, o conhecimento do corpo e suas relações com o espaço e o tempo, peso e relaxamento, movimentos, respiração, equilíbrio e postura.

Míriam Carbonaro é bailarina e professora de dança. À frente do Grupo Athos, foi premiada com o Troféu Plínio Marcos 2009 em quatro categorias: Melhor Bailarina, Melhor Coreógrafa, Melhor Grupo de Dança e Melhor Espetáculo de Dança (“in-TRADUZA”).

FOTOGRAFIA

WORKSHOP: EDIÇÃO E TRATAMENTO PARA FOTOGRAFIA DIGITAL
Coordenação: Raoni Maddalena.
16/4 a 14/5 – segundas-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: fotógrafos e estudantes de audiovisual, a partir de 18 anos. É recomendado que possuam notebook com softwares Adobe Bridge, Adobe Lightroom e Photoshop.
Inscrições: 2 a 11/4.
Seleção: currículo.
20 vagas.

O modo de fazer, gerenciar e se relacionar com a imagem mudou muito desde o advento das tecnologias digitais. Com base nesta afirmação, a atividade apresentará as principais técnicas de edição e tratamento da fotografia digital em programas como Photoshop, Lightroom e Bridge.

Graduado em Publicidade e Propaganda pela ECA-USP, Raoni Maddalena é fotógrafo freelancer com trabalhos publicados em diversos jornais e revistas, como “Folha de S.Paulo”, “Época São Paulo”, “Carta Capital” e “Rolling Stone”.

WORKSHOP: FOTOJORNALISMO ESPORTIVO
Coordenação: Ricardo Saibun.
16 a 19/4 – segunda a quinta-feira – 18h30 às 21h30.
Público: fotógrafos e estudantes de audiovisual, a partir de 18 anos.
Inscrições: 2 a 11/4.
Seleção: currículo.
20 vagas.

O workshop apresentará diferentes aspectos da carreira do fotojornalista especializado em esporte, exemplificando as modernas técnicas na área com exibição comentada de imagens de surf, ciclismo e futebol. Uma mesa redonda reunirá dois convidados especiais: Ricardo Nogueira, que cobriu jogos da Seleção Brasileira, e Ivan Storti, que abordará a importância da assessoria fotográfica nos eventos esportivos. O workshop será finalizado com uma saída fotográfica.

Ricardo Saibun é formado em Jornalismo e trabalha como repórter fotográfico desde 2005, atuando em agências e no jornal “Diário de São Paulo”. É um dos fotógrafos oficiais do Santos Futebol Clube.

OFICINA DE INICIAÇÃO À FOTOGRAFIA
Coordenação: Delba Baraldi.
7 a 29/5 – segundas e terças-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.

Oficina focada nos aspectos técnicos da câmera e da fotografia – composição, flash, escala de profundidade, regras de enquadramento – complementada com atividades práticas em ambientes internos e externos.

Delba Baraldi é fotógrafa e já realizou diversas exposições em locais como Sesc, Senac, Casa da Cultura Telma de Souza e Clube Foto Amigos de Santos.

RÁDIO

OFICINA DE RÁDIO E LOCUÇÃO
Coordenação: Luciano do Nascimento.
5/6 a 27/6 – terças e quartas-feiras – 19h às 21h30.
Público: radialistas, artistas e demais interessados a partir de 18 anos.
Inscrições: 2/4 a 1/6.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.

A oficina orientará os participantes para a gravação de programas de rádio, enfocando dois temas principais: o uso adequado da voz (com técnicas de dicção, interpretação, leitura, pronúncia e ritmo) e a linguagem radiofônica, versando sobre vinhetas, reportagens, debates, entrevistas, edição e digitalização de áudio.

Luciano do Nascimento possui formação em Rádio e Jornalismo, com experiência como repórter, jornalista e apresentador de programas nas rádios Trianon, CBS, Jovem Pan e Brasil 2000.

TEATRO

WORKSHOP: O DESPERTAR DA MÁSCARA
Coordenação: Elisa Rossin.
26/4 a 17/5 – quintas-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: atores e estudantes de teatro, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 23/4.
Seleção: carta de interesse.
20 vagas.

O workshop tem o objetivo de apresentar a linguagem e as técnicas de utilização das máscaras como instrumento de aperfeiçoamento dos meios físicos de expressão que compõem o trabalho do intérprete.

Elisa Rossin é atriz formada em Artes Cênicas pela USP e especialista em Arte-Educação pelo Instituto de Teatro Escola Brincante. Fundadora da Cia. Troada, cria e confecciona máscaras para espetáculos; foi assistente de direção e produção da companhia teatral alemã Familie Flöz, em Berlim.

OFICINA DE JOGOS TEATRAIS: UMA VIAGEM ATRAVÉS DE VIVÊNCIAS CORPORAIS
Coordenação: Arlete Ramello.
7 a 29/5 – segundas e terças-feiras – 18h30 às 21h30.
Público: atores iniciantes a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.

Trabalho com técnicas teatrais lúdicas, por meio de jogos dramáticos voltados à integração, relaxamento, concentração, ritmo e expressão.

Arlete Ramello é atriz, diretora e compositora. Fundadora da Cia. Arueiras do Brasil, dirigiu peças infantis e adultas, incluindo as cenas da Corte Portuguesa na encenação da Fundação da Vila de São Vicente, em 2010.

ESPETÁCULO: TEM HISTÓRIA NO FORNO
Cia. O Curioso.
17/6 – domingo – 10h30.
Indicação: livre.
100 lugares (retirar convites com 1h de antecedência).

O espetáculo narra as aventuras de atrapalhados ajudantes de cozinha de um importante restaurante. Nesse ambiente, enquanto estão guardando os utensílios e panelas, criam histórias e viajam nelas, dando vida aos objetos. Formada por Verônica Gerchman, Luana de Lucca e Yuri de Franco, a Cia. O Curioso mistura diferentes linguagens em um único espetáculo, levando ao palco encenação, teatro de animação e contação de histórias.

ATIVIDADE EXTERNA

MÚSICA

OFICINA BÁSICA DE DJS
Coordenação: DJ Betto Lima.
Assistente: Luiz Fernando de Almeida.
16/4 a 7/5 – segundas e quartas-feiras – 19h às 22h.
Público: interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 11/4.
Seleção: entrevista (12/4 – quinta – feira – 19h).
15 vagas.
Local: Igreja São João Batista: Praça Guadalajara, s/nº – Morro da Nova Cintra.

Atividade de capacitação em discotecagem, para música eletrônica e outros gêneros, por meio do manuseio dos equipamentos, técnicas de mixagem e efeitos e da apresentação do contexto histórico-cultural da música para dançar e da profissão do DJ.

Betto Lima é DJ em diversas casas noturnas e produziu eventos como o Praia Grande Folia, Revival Fest e La Ibiza. Luiz Fernando de Almeida é agente de bandas eletrônicas e DJs, e produtor de eventos musicais, teatrais e de moda.

ATIVIDADES NA REGIÃO

BERTIOGA

AUDIOVISUAL

WORKSHOP DE LINGUAGEM CINEMATOGRÁFICA
Coordenação: Alexandre Araújo.
2 a 23/6 – sábados – 10h às 13h e 14h às 17h.
Público: estudantes de audiovisual e demais interessados com algum conhecimento na área, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 1/6.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.
Local: Casa da Cultura de Bertioga: Avenida Tomé de Souza, 130 – Bertioga (SP).

Campo de experimentação para a elaboração de um vídeo documental, a atividade abordará a concepção, o planejamento e a execução de uma obra audiovisual, trabalhando etapas como roteiro, recursos necessários para a produção, e captação de imagens.

Alexandre Araújo é diretor, produtor, roteirista e montador; foi produtor do Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual (2011). É formado em Cinema pela Faap, onde é responsável pela filmoteca.

MÚSICA

CONCERTO: MESCLANDO TONS
Coral Municipal Zanzalá.
19/5 – sábado – 20h.
Indicação: livre.
100 lugares (retirar convites com 1h de antecedência).
Local: Casa da Cultura de Bertioga: Avenida Tomé de Souza, 130 – Bertioga (SP).

O concerto apresentará um repertório eclético que vai da música erudita à MPB, com obras de compositores como Mahler, Giovanni Gabrielli, Aylton Escobar, Djavan, Gilberto Gil, Milton Nascimento e Chico Buarque. Em atividade desde 1993, o Coral Municipal Zanzalá é composto por 75 integrantes. Com um repertório variado, com ênfase na MPB, o Zanzalá é regido pelas maestrinas Maria Fernanda Tavares e Nailse Machado Cruz.

CUBATÃO

AUDIOVISUAL

WORKSHOP DE VIDEOCLIPE
Coordenação: Leonardo Tatsuo.
16 a 27/4 – segundas, quartas e sextas-feiras – 19h às 21h.
Público: adolescentes a partir de 15 anos.
Inscrições: 2 a 11/4.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.
Local: Biblioteca Municipal: Rua 9 de Abril, 1977 – Cubatão (SP).

A atividade abordará os princípios da produção audiovisual de forma prática, destacando os aspectos essenciais para a realização de um videoclipe ou curta-metragem: pré-produção e roteiro, gravação, edição e finalização do vídeo.

Leonardo Tatsuo é produtor e diretor de curtas-metragens, com formação em fotografia, direção e montagem pela Academia Internacional de Cinema.

TEATRO

OFICINA DE JOGOS TEATRAIS
Coordenação: Wagner Lourenço.
28/4 a 30/6 – sábados – 14h às 17h.
Público: atores iniciantes e demais interessados a partir de 17 anos.
Inscrições: 2 a 25/4.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.
Local: Conjunto Rubens Lara: Rua 1, Bloco E-8 – Cubatão (SP).

Com o intuito de promover a iniciação aos métodos e conceitos dos jogos teatrais, esta oficina desenvolverá atividades cênicas baseadas nas técnicas de Viola Spolin, Stanislavski, Brecht e Augusto Boal.

Wagner Lourenço é ator e diretor teatral, com formação em Artes Cênicas. Atuou em diversos espetáculos, com destaque para as peças “A Loucura de um tal Augusto” e “Os Filhos da Política”.

GUARUJÁ

MÚSICA

CONCERTO: MESCLANDO TONS
Coral Municipal Zanzalá.
30/6 – sábado – 20h.
Indicação: livre.
100 lugares (retirar senhas com 1h de antecedência).
Local: Teatro Procópio Ferreira: Rua Dom Pedro I, 350 – Jardim Tejereba – Guarujá (SP).

O concerto apresentará um repertório eclético que vai da música erudita à MPB, com obras de compositores como Mahler, Giovanni Gabrielli, Aylton Escobar, Djavan, Gilberto Gil, Milton Nascimento e Chico Buarque. Em atividade desde 1993, o Coral Municipal Zanzalá é composto por 75 integrantes. Com um repertório variado, com ênfase na MPB, o Zanzalá é regido pelas maestrinas Maria Fernanda Tavares e Nailse Machado Cruz.

TEATRO

OFICINA DE INICIAÇÃO TEATRAL
Coordenação: Fernando Rino.
18/4 a 11/5 – quartas e sextas-feiras – 19h às 22h.
Público: atores iniciantes e demais interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 13/4.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.
Local: Anfiteatro Ferreira Sampaio: Avenida Oswaldo Aranha, 800 – Jardim Maravilha – Guarujá (SP).

Atividade de iniciação à atuação cênica, por meio de exercícios de sensibilização e interpretação que visam estimular coordenação motora, ritmo, expressão corporal e vocal dos participantes.

Fernando Rino, formado em audiovisual pela Universidade Santa Cecília, é arte-educador, ator e diretor teatral; na área de contação de histórias, realiza espetáculos e ministra oficinas para educadores.

ITANHAÉM

MÚSICA

OFICINA DE CORO CÊNICO
Coordenação: Joel Maciel Junior.
7/5 a 25/6 – segundas-feiras – 19h às 22h.
Público: músicos, atores e interessados com alguma experiência em canto, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: primeiros inscritos.
40 vagas.
Local: Casa da Música: Rua Oscar Pereira da Silva, 202 – Belas Artes – Itanhaém (SP).

A atividade busca conduzir os participantes ao uso correto da voz por meio de técnicas e exercícios de respiração, sonorização, impostação e dicção, além de abordar a expressão corporal para a montagem de um projeto de coro cênico.

Joel Maciel Junior, graduado em Educação Musical, é regente, pianista e compositor. Atualmente rege o coro da Prefeitura de Mongaguá e o da Usiminas, além de ser preparador vocal dos atores do Teatro Guarany e instrutor de canto do Projeto Guri.

MONGAGUÁ

TEATRO

OFICINA DE MAQUIAGEM TEATRAL
Coordenação: Fernando Pompeu.
20/4 a 25/5 – sextas-feiras – 18h às 22h.
Público: atores, artistas e estudantes, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2 a 18/4.
Seleção: currículo.
20 vagas.
Local: Centro Cultural Raul Cortez: Avenida São Paulo, 3465 – Vera Cruz – Mongaguá (SP).

A oficina tem como objetivo capacitar os participantes para a atividade de maquiagem teatral, apresentando produtos e técnicas diversas – farsesca, oriental, expressionista, de época, entre outras.

Fernando Pompeu é maquiador, formado em Artes Cênicas no Centro Artístico e Musical de Santos, ganhador de prêmios de melhor maquiagem no FESTA e no Festival Nacional de Teatro de Jacareí.

PERUÍBE

TEATRO

OFICINA: A CENA CÔMICA
Coordenação: Fabíola Nascimento.
6/5 a 24/6 – domingos – 10h às 14h.
Público: atores e interessados com alguma experiência em artes cênicas, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: currículo.
20 vagas.
Local: Biblioteca Pública Municipal: Rua Ministro Genésio de Almeida Moura, 13 – Peruíbe (SP).

Por meio de técnicas teatrais de comicidade e riso baseadas em Vladimir Propp e Henri Bergson, esta oficina pretende conduzir os participantes ao estudo do farsesco e da linguagem do ator popular.

Fabíola Nascimento é atriz profissional e arte-educadora. Leciona História do Teatro no curso técnico de formação de ator do Senac-Santos. Recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Teatro de Santos em 2005 e o Prêmio Plínio Marcos de Melhor Atriz Coadjuvante em 2009.

PRAIA GRANDE

DANÇA

WORKSHOP DE DANÇA CONTEMPORÂNEA
Coordenação: Míriam Carbonaro.
3 a 31/5 – quintas-feiras – 19h às 22h.
Público: bailarinos, atores e interessados com alguma experiência em artes cênicas, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 2/5.
Seleção: aula aberta no primeiro dia de atividade.
30 vagas.
Local: Palácio das Artes: Avenida Costa e Silva, 1600 – Boqueirão – Praia Grande (SP).

Workshop de aperfeiçoamento da prática de dança contemporânea, permeado por dinâmicas individuais e coletivas e exercícios de composição coreográfica e de contato e improvisação.

Míriam Carbonaro é bailarina e professora de dança. À frente do Grupo Athos, foi premiada com o Troféu Plínio Marcos 2009 em quatro categorias: Melhor Bailarina, Melhor Coreógrafa, Melhor Grupo de Dança e Melhor Espetáculo de Dança (“in-TRADUZA”).

MÚSICA

CONCERTO: MESCLANDO TONS
Coral Municipal Zanzalá.
26/5 – sábado – 20h.
Indicação: livre.
100 lugares (retirar convites com 1h de antecedência).
Local: Palácio das Artes: Avenida Costa e Silva, 1600 – Boqueirão – Praia Grande (SP).

O concerto apresentará um repertório eclético que vai da música erudita à MPB, com obras de compositores como Mahler, Giovanni Gabrielli, Aylton Escobar, Djavan, Gilberto Gil, Milton Nascimento e Chico Buarque. Em atividade desde 1993, o Coral Municipal Zanzalá é composto por 75 integrantes. Com um repertório variado, com ênfase na MPB, o Zanzalá é regido pelas maestrinas Maria Fernanda Tavares e Nailse Machado Cruz.

SÃO VICENTE

TEATRO

OFICINA DE CRIAÇÃO DE FIGURINOS PARA ESPETÁCULOS
Coordenação: Tatiana Jimenes.
8 a 31/5 – terças e quintas-feiras – 14h às 17h.
Público: interessados nas áreas de moda e teatro, a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: primeiros inscritos.
20 vagas.
Local: Academia de Artes: Rua João Ramalho, 988 – São Vicente (SP).

A atividade engloba teoria e prática sobre técnicas para a criação de indumentária e figurino para teatro, TV e cinema. Serão abordadas diferentes maneiras de trabalhar as vestimentas para a caracterização de personagens.

Tatiana Jimenes é formada em Moda pela Unimonte. É professora de moda, responsável pela criação dos figurinos da Companhia de Teatro de São Vicente e assistente de figurino da Associação Prodec.

OFICINA DE ILUMINAÇÃO CÊNICA
Coordenação: Alessandro Cruz.
8/5 a 19/6 – terças e quintas-feiras – 19h às 22h.
Público: atores, técnicos e demais interessados a partir de 16 anos.
Inscrições: 2/4 a 3/5.
Seleção: primeiros inscritos.
30 vagas.
Local: CAMPSV – Centro de Aprendizagem Metódica e Profissional de São Vicente: Rua Doutor Emílio Carlos, 264 – Vila Cascatinha – São Vicente (SP).

A oficina apresentará dados históricos, conceitos e técnicas de iluminação de palco para produções artísticas – peças teatrais, espetáculos de dança, cerimônias e shows.

Alessandro Cruz é produtor, diretor de documentários, iluminador e coordenador do Núcleo de Artes Cênicas do CAMPSV. Foi assistente de produção do Projeto Ademar Guerra.

FESTA 54 abre inscrições para grupos de todo o País

Grupos teatrais de todo o Brasil já podem se inscrever para participar do 54º Festival Santista de Teatro, o FESTA, que neste ano acontece entre os dias 13 e 21 de abril. As inscrições são gratuitas e feitas online, pelo www.festivalsantista.com.br, onde consta o regulamento completo do festival, considerado um dos mais importantes do País. O prazo final é dia 31 de janeiro.

Todo o processo de inscrição é feito pela internet, exceto o envio da gravação do espetáculo, que deve ser feito via correio. Os espetáculos inscritos passarão por curadoria, e os selecionados serão anunciados no mês de março.

O tema deste ano é “Arte, Política e Pensamento”, e o formato do festival será semelhante ao último, realizado ano passado. Serão apresentados espetáculos nas categorias Adulto, Infantil e de Rua, de grupos de diferentes regiões do País e também da Baixada Santista. Debates, mesas-redondas, atividades formativas, performances e Mostra Paralela fazem parte da programação, que contará ainda com o Quintal da Pagu, espaço instalado na Praça dos Andradas com apresentações musicais e intervenções culturais.

Também como na última edição, é o público que vai escolher o valor dos ingressos, entre R$ 2 e R$ 10. A iniciativa tem a intenção de facilitar o acesso às peças, além de valorizar o fazer teatral.

Novidade no ano passado, o Intercâmbio Cultural será mantido no FESTA 54. Nele, 25 estudantes de artes cênicas serão selecionados para acompanharem o festival, com estadia e alimentação garantidos. Além de terem a oportunidade de conhecer o FESTA e seus artistas, os intercambistas serão divulgadores do festival nas regiões onde vivem.

Mérito Cultural. No mês de novembro do ano passado, o Festival Santista de Teatro foi premiado pelo Ministério da Cultura com a Ordem do Mérito Cultural. O prêmio, concedido a 51 artistas, grupos e festivais, colocou o festival ao lado de grandes representantes das nossas artes, como Beth Carvalho e O Tablado, grupo teatral de São Paulo. A homenageada da Ordem do Mérito Cultural foi Patrícia Galvão, a Pagu, criadora do FESTA, cuja primeira edição aconteceu em 1958. O festival teatral é considerado o mais antigo em atividade no Brasil.

O FESTA 54 é realizado pelo Movimento Teatral da Baixada Santista, e tem a coordenação geral de Caio Martinez, Leandro Taveira, Platão Capurro Filho e Sarah Atunes.

Inscrições para os cursos da Oficina Pagu começam na próxima semana

Cinema, fotografia, teatro, novela e diversas atividades culturais. Essas são algumas das atrações que a Oficina Cultural Pagu – Praça dos Andras s/nº/Santos – vai realizar no primeiro semestre deste ano. Os interessados poderão se inscrever nessas atividades, que são gratuitas, a partir do dia 5 de abril. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 22h, e sábado, das 9h às 18h. Mais informações pelos telefones 3219-2036 / 3219-1741 ou pelo e-mail pagu@oficinasculturais.org.br.

AUDIOVISUAL WORKSHOP DE CINEMA INDEPENDENTE PROFISSIONAL Coordenação – Vivi Amaral | Período – 07/05 a 21/05 – sábados – 13h às 18h | 30 vagas

WORKSHOP DE TELENOVELA “O PROCESSO DE CRIAÇÃO”

Coordenação – Bruno Fracchia | Período – 11 e 12/05 – quarta e quinta-feira – 18h45 às 21h45 | 20 vagas

CIRCO WORKSHOP DE MINI TRAMP

Coordenação – Marcelo Milan | Período – 07 a 21/05 – sábados – 14h às 17h | 20 vagas

CIRCO / TEATRO OFICINA DE PALHAÇO “ALEGRIA NA CIDADE”

Coordenação – Plínio Augusto Soares | Período – 27/04 a 26/05 – quartas e quintas-feiras – 18h45 às 21h45 | 20 vagas

OFICINA DE MONTAGEM DE ESPETÁCULO DE CIRCO “E O CÉU UNIU DOIS CORAÇÕES”

Coordenação – Daniel Meirelis | Período – 30/04 a 18/06 – sábados – 9h às 13h | 20 vagas Público – atores, acrobatas, estudantes de educação física e interessados com experiência em acrobacias aéreas, acima de 16 anos

FOTOGRAFIA WORKSHOP DE FOTOGRAFIA DE MODA

Coordenação – Melissa Szymanski | Período – 25/04 a 09/05 – segundas-feiras – 18h45 às 21h45 | 15 vagas

GESTÃO CULTURAL OFICINA DE ADMINISTRAÇÃO CULTURAL

Coordenação – Andreia Pacheco Silveira | Período – 30/04 a 25/06 – sábados – 14h às 18h | 20 vagas

MODA OFICINA DE CUSTOMIZAÇÃO E VINTAGE

Coordenação – Patrícia Martins Lara | Período – 04/05 a 08/06 – quartas e sextas-feiras – 18h45 às 21h45 | 20 vagas Público – jovens e adultos com conhecimento básico em costura e moda

MÚSICA WORKSHOP DE SENSIBILIZAÇÃO ARTÍSTICA EM VIOLÃO

Coordenação – Absolon Soares | Período – 07 a 14/05 – sábados – 14h às 18h | 20 vagas Público – músicos, professores e estudantes de violão acima de 13 anos de idade, que possuam o domínio do instrumento

PATRIMÔNIO CULTURAL WORKSHOP DE CATALOGAÇÃO DE ACERVOS MUSEOLÓGICOS

Coordenação – Beatriz Augusta Corrêa da Cruz | Período – 14 a 16/06 – terça a quinta-feira – 13h às 17h | 30 vagas Público – interessados a partir de 18 anos, com experiência de trabalho em museus, bibliotecas e coleções privadas

TEATRO ESPETÁCULO “JOÃOZINHO E A ESTRELA GUIA” E BATE-PAPO SOBRE O PROCESSO DE MONTAGEM

Coordenação – Grupo Porão | Data – 07/05 – sábado | Espetáculo – 16h | Bate papo – 17h às 18h | 40 vagas

ESPETÁCULO “DAMA DA NOITE” E PALESTRA “O PROCESSO DE MONTAGEM E A OBRA DE CAIO FERNANDO ABREU”

Coordenação – Luiz Fernando de Almeida e André Leahun | Período – 20/04 – quarta-feira | Espetáculo – 20h30 | Palestra – 22h às 23h | 40 vagas

INTERVENÇÃO CÊNICA “VULCÃO – O JOGO DA VIDA: UMA HOMENAGEM A TENNESSEE WILLIAMS” E PALESTRA SOBRE O PROCESSO DE MONTAGEM Grupo Tescom | Intervenção Cênica – 17/06 – sexta-feira -19h30 | 60 lugares | Palestra – 18/06 – sábado – 15h às 18h | 20 vagas

WORKSHOP DE TEATRO FÍSICO – CORPO E INTERPRETAÇÃO

Coordenação – Pamela Duncan | Período – 27/04 a 18/05 – quartas-feiras – 18h45 às 21h45 | 30 vagas

WORKSHOP DE TÉCNICA VOCAL Coordenação – Alessandra Cino | Período – 07 a 16/05 – terças e quintas-feiras – 18h45 às 21h45 | 20 vagas

Absurdamente Pagu se apresenta na sexta-feira 24.09 em Cubatao

EM COMEMORAÇÃO AO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DA MUSA DO MODERNISMO , O TESCOM APRESENTA O ESPETÁCULO “Absurdamente Pagu”.

No dia 24 de setembro, às 20h30 a TESCOM | Escola de Teatro e Agência de Artistas e Técnicos apresenta o espetáculo teatral “Absurdamente Pagu”, no Bloco Cultural de Cubatão, em comemoração ao centenário de nascimento da musa extravagante do Modernismo, Patrícia Galvão ou simplesmente… Pagu.

“Que olhar é esse, dócil e felino, terno e ácido, que encanta e domina.” Disse Raul Bopp sobre a jovem inquieta e extravagante que começava frequentar as reuniões dos modernistas.

O espetáculo apresenta alguns momentos da intensa vida de Patrícia Galvão, que ficou conhecida como Pagu por seu gênio forte e extravagante.

Militante política e artística impulsiona o nome da cidade de Santos ao apresentar o Teatro do Absurdo ao Brasil.

Fragmentos de textos da própria Pagu, Greghi Filho e Raul Bopp permeiam este espetáculo através de uma visão cênica contemporânea.

“Absurdamente Pagu”, traz na direção geral Karla Lacerda e Pedro Norato. E na direção de cena, Ana Paula Silva, Dario Félix e Marco França.

Serviço:
Dias: 24 de setembro de 2010.
Horário: 20h30.
Local: Bloco Cultural – Cubatão/SP
Entrada Franca
Informações: 3233 6060 – http://www.estudiotescom.com.br
Fotos: Tito Wagner