Espetaculo Dama da Noite de Caio Fernando Abreu em temporada com Entrada Franca em Sao Paulo.

Após dois anos de sucesso em Santos, “Dama da Noite” sobe a serra para temporada paulistana

O monólogo – um dos textos mais importantes de Caio Fernando Abreu – é protagonizado por Luiz Fernando Almeida

Espetáculo realizado com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Programa de Ação Cultural 2012

 NOVO_FLYER_2

Até 29 de junho fica em cartaz no Espaço Cultural Pinho de Riga o monólogo “Dama da Noite”, texto de Caio Fernando Abreu.

Em apresentações às sextas, às 21h30, e aos sábados, às 21h, o ator Luiz Fernando Almeida encarna a personagem e as angústias de um ser humano que não se sente inserido no mundo que vê e vive. O espetáculo tem direção de Andre Leahun e  entrada franca.

Em um cenário que é uma residência, mas que pode ser também um clube ou o que a imaginação do público desejar, a “Dama da Noite” não se limita à atuação e instiga um diálogo com seu público em clima intimista.

O premiado espetáculo mostra ao público um conto do escritor que, mesmo depois de sua morte, faz sucesso nas redes sociais com frases de várias de suas obras compartilhadas pelos usuários.

 

O espetáculo

“Dama da Noite” estreou em abril de 2011 e acabou de encerrar sua 9ª temporada na cidade de Santos, sempre com enorme sucesso de público e crítica. Após participar do festival de teatro de Curitiba (FRINGE), o espetáculo esta em cartaz em São Paulo, onde cumprirá uma temporada de três meses ate 29 de Junho.

O espetáculo ganhou o segundo lugar no Prêmio Nacional de Cultura de Mogi das Cruzes, na categoria Teatro Adulto, em 2011 e também esta indicado ao premio Papo Mix da Diversidade Sexual na categoria Melhor Espetáculo Teatral em 2012.

O ator

No teatro desde 1990, Luiz Fernando recebeu o Prêmio Plínio Marcos de Melhor Ator Coadjuvante pelo espetáculo “Quando os olhos se fecham” (2009). No XVIII Festac também foi escolhido Melhor Ator Coadjuvante por “O que terá acontecido a Rosemary?” (2010).

Serviço :

Dama da Noite

De 12/04 a 29/06

Sábados às 21:00

Sextas às 21:30

Entrada Franca

Espaço Cultural Pinho de Riga
www.espacoculturalpinhoderiga.com.br

Rua Conselheiro Ramalho, 599
Bela Vista – Centro
(11) 9 6373-7090

Ver no mapa

Observação

A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo para retirada dos ingressos / Capacidade do local: 50 pessoas

Anúncios

SANSEX- Programação | ‘Dama da Noite’ na Vila do Teatro

 

Texto clássico do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu, “Dama da Noite” estreou em abril de 2011 e será encenada dentro da 2ª Sansex. O espetáculo será apresentado gratuitamente na sexta-feira (30/nov), às 21h, na Vila do Teatro (Praça dos Andradas/Santos). No palco, apenas o ator Luiz Fernando Almeida e toda a angústia de um ser humano que não se sente inserido no mundo que vê – e que o vê de volta.

Com direção de André Leahun, a Dama da Noite recebe uma platéia de apenas 30 convidados por sessão em um cenário que é uma residência, mas pode ser também um clube ou o quê a imaginação do público permitir. Ela não se limita a atuar e instiga um diálogo com seu público em clima intimista.

Traços característicos da obra de Caio Fernando, um porta-voz dos sentimentos menos comentados do mundo como a solidão, a angústia, a tristeza e a rejeição, preservados na nova montagem por Leahun. A Dama da Noite fala de si, mas é universal por carregar esses sentimentos. “Olha bem pra mim, eu tenho cara de quem escolheu alguma coisa na vida?”

No teatro desde 1990, Luiz Fernando foi premiado com o Prêmio Plínio Marcos – Melhor Ator Coadjuvante – pelo espetáculo “Quando os Olhos se Fecham” (2009) e no XVIII Festac (Festival de Teatro de Cubatão) – Melhor Ator Coadjuvante – por “O que terá Acontecido a Rosemary?” (2010).

Neste sábado (15): Cine Comunidade, em Caruara, exibe animação ‘A Torradeira Valente’, seguida por bate-papo com André Azenha


Encontro gratuito ocorre em 15 de setembro, sábado, no projeto da Secretaria de Cultura – haverá distribuição de suco e pipoca


O cinema pode desempenhar vários papéis: entretém, é capaz de gerar reflexão, abordar diferentes aspectos da sociedade, informar sobre temas nem sempre difundidos como deveriam. Aliás, temas que numa sala de aula poderiam ser encarados como “chatos”, na tela de cinema ganham outro tratamento, atraem a atenção do espectador. No entanto, nem todas as pessoas têm acesso à sétima arte. Tendo em vista o potencial informativo desempenhado pelos filmes e a falta de condições encontrada por moradores de comunidades carentes em conseguir assisti-los, a Secretaria de Cultura criou no fim de 2011 o Cine Comunidade: projeto que ocorre mensalmente, em Caruara, área continental de Santos.


Sábado, 15 de setembro, 15h
, será a vez de ser exibida a animação “A Torradeira Valente”.
O filme a história de um grupo de eletrodomésticos formado por um aspirador de pó mal-humorado, um rádio que não para de falar, um abajur arteiro e um cobertor elétrico. Após serem abandonados por seu dono, eles decidem se organizar e, sob o comando de uma destemida torradeira, sair pela cidade em procura do garoto. Com isso, a produção mostra uma sensível história de amizade, amor e lealdade. Para conquistar seu objetivo, essa turminha passará por várias situações de risco, provando que no final das contas o que importa mesmo são os sentimentos nobres.
A iniciativa, com apoio cultural da Vídeo Paradiso, acontece na Biblioteca Municipal Plínio Marcos. As sessões são seguidas por bate-papo com o jornalista e editor do CineZen e do CulturalMente Santista, André Azenha. Haverá distribuição de suco e pipoca para os presentes.
O trailer: http://www.youtube.com/watch?v=4Td3WCwNYVs
“A biblioteca atualmente não é mais apenas o ponto de encontro para quem deseja ler. O termo leitura passa a ganhar um sentido universal. Biblioteca agora é um espaço multimídia, onde o cidadão tem à disposição diferentes formas de informação: do livro ao áudio-livro e o filme”, explica Jamir Lopes, gestor da rede municipal de Bibliotecas Públicas. “A Secretaria de Cultura percebeu esse novo papel desempenhado pelas bibliotecas e tem investido em novos projetos e infra-estrutura”, afirma.
Desde 3 de outubro de 2011, a Biblioteca Municipal Plínio Marcos conta com mil novos tí­tulos e 150 áudio-livros, que podem ser emprestados aos moradores, além de jornais e revistas. A nova estrutura possui ainda seis computadores, impressoras, televisão LCD (42 polegadas), DVD e home theater.
“O Cine Comunidade comprova a capacidade do cinema em agir socialmente. Mas o intuito é que esses bate-papos ocorram de forma prazerosa para as pessoas, que terão acesso a grandes filmes de forma gratuita e poderão trocar ideias sobre os assuntos relevantes”, diz André Azenha.


Serviço:

Cine Comunidade – exibição de “A Torradeira Valente” mais bate-papo com André Azenha
Quando: Sábado, 15 de setembro, 15h
Onde: Biblioteca Municipal Plínio Marcos, Praça Palmares, Caruara, área continental de Santos
“A Torradeira Valente”, animação, 1987, de Jerry Rees, 90 minutos
Entrada franca

Dama da noite faz ultima apresentação desta temporada popular na Vila do Teatro em Santos nesta sexta-feira 31/08

Público pode assistir  utilizando o sistema PAGUE QUANTO PUDER após a apresentação.

 

Texto clássico do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu, “Dama da Noite” estreou em Abril do ano passado e agora cumpre sua sétima temporada na cidade. Em Agosto, o espetáculo esta em cartaz todas as sextas-feiras as 21h na  Vila do Teatro no Centro Histórico de Santos. Não há cobrança de valor fixo pelo ingresso e o publico pode assistir as sessões utilizando o sistema PAGUE QUANTO PUDER após cada apresentação.

 

No palco, apenas o ator Luiz Fernando Almeida e toda a angústia de um ser humano que não se sente inserido no mundo que vê – e que o vê de volta.

Com direção de Andre Leahun, a Dama da Noite recebe uma platéia de apenas 30 convidados por sessão em um cenário que é uma residência, mas pode ser também um clube ou o quê a imaginação do público permitir. Centro das atenções das 30 pessoas, a Dama da Noite não se limita a atuar e instiga um diálogo com seu público em clima intimista.

 

Traços característicos da obra de Caio Fernando, um porta-voz dos sentimentos menos comentados do mundo como a solidão, a angústia, a tristeza e a rejeição, preservados na nova montagem por Leahun.

 

A Dama da Noite fala de si, mas é universal por carregar esses sentimentos. “Olha bem pra mim, eu tenho cara de quem escolheu alguma coisa na vida?”

Ano passado, o espetáculo ficou em segundo lugar no Premio Nacional de Cultura de Mogi das Cruzes categoria Teatro Adulto e foi citado entre os 10 melhores espetáculos do Estado de São Paulo na lista do critico Rodolfo Lima (Mix Brasil)

 

No teatro desde 1990, Luiz Fernando foi premiado com o Prêmio Plínio Marcos – Melhor Ator Coadjuvante – pelo espetáculo “Quando os Olhos se Fecham” (2009) e no XVIII Festac (Festival de Teatro de Cubatão) – Melhor Ator Coadjuvante – por “O que terá Acontecido a Rosemary?” (2010).

 

Dama da Noite – De: Caio Fernando Abreu
Com: Luiz Fernando Almeida – Direção: Andre Leahun

Blog: www.damadanoiteteatro.blogspot.com

INFORMAÇÕES: Dama da Noite 
Datas: 31  de Agosto de 2012 –  sexta-feira as  21h
Preços: Pague quanto puder  | Classificação etária: Livre

LOCAL: Vila do Teatro (Capacidade: 30 lugares)
Praça dos Andradas ( Esquina com a  Rua Visconde do Embaré)- Em Frente a Rodoviária

Informações: 13 8161 8751

 

 

Dama da noite segue em temporada popular na Vila do Teatro em Santos todas as sextas-feiras de Agosto

Público pode assistir as sessões utilizando o sistema PAGUE QUANTO PUDER após cada apresentação.

Texto clássico do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu, “Dama da Noite” estreou em Abril do ano passado e agora cumpre sua sétima temporada na cidade. Em Agosto, o espetáculo esta em cartaz todas as sextas-feiras as 21h na  Vila do Teatro no Centro Histórico de Santos. Não há cobrança de valor fixo pelo ingresso e o publico pode assistir as sessões utilizando o sistema PAGUE QUANTO PUDER após cada apresentação.

 

No palco, apenas o ator Luiz Fernando Almeida e toda a angústia de um ser humano que não se sente inserido no mundo que vê – e que o vê de volta.

Com direção de Andre Leahun, a Dama da Noite recebe uma platéia de apenas 30 convidados por sessão em um cenário que é uma residência, mas pode ser também um clube ou o quê a imaginação do público permitir. Centro das atenções das 30 pessoas, a Dama da Noite não se limita a atuar e instiga um diálogo com seu público em clima intimista.

 

Traços característicos da obra de Caio Fernando, um porta-voz dos sentimentos menos comentados do mundo como a solidão, a angústia, a tristeza e a rejeição, preservados na nova montagem por Leahun.

 

A Dama da Noite fala de si, mas é universal por carregar esses sentimentos. “Olha bem pra mim, eu tenho cara de quem escolheu alguma coisa na vida?”

Ano passado, o espetáculo ficou em segundo lugar no Premio Nacional de Cultura de Mogi das Cruzes categoria Teatro Adulto e foi citado entre os 10 melhores espetáculos do Estado de São Paulo na lista do critico Rodolfo Lima (Mix Brasil)

 

No teatro desde 1990, Luiz Fernando foi premiado com o Prêmio Plínio Marcos – Melhor Ator Coadjuvante – pelo espetáculo “Quando os Olhos se Fecham” (2009) e no XVIII Festac (Festival de Teatro de Cubatão) – Melhor Ator Coadjuvante – por “O que terá Acontecido a Rosemary?” (2010).

 

Dama da Noite – De: Caio Fernando Abreu
Com: Luiz Fernando Almeida – Direção: Andre Leahun

Blog: www.damadanoiteteatro.blogspot.com

INFORMAÇÕES: Dama da Noite 
Datas:, 17, 24 e 31  de Agosto de 2012 – Todas as sextas-feiras sempre as  21h
Preços: Pague quanto puder  | Classificação etária: Livre

LOCAL: Vila do Teatro (Capacidade: 30 lugares)
Praça dos Andradas ( Esquina com a  Rua Visconde do Embaré)- Em Frente a Rodoviária

Informações: 13 8161 8751

foto: Gabriela Mangieri

Inscrições para Oficinas Culturais do Instituto Arte no Dique

O Instituto Arte no Dique, que tem como mantenedora a empresa Libra Terminais, está com inscrições abertas para suas oficinas culturais nas áreas de dança, percussão, customização, capoeira e educação ambiental. As matrículas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 e das 14 às 17 horas. Os cursos são gratuitos. As aulas começam em agosto.

Para fazer o cadastro é necessário apresentar cópia do RG ou da certidão de nascimento e comprovante de residência. Para a matrícula de menores de idade, o responsável também deve apresentar sua documentação.

As aulas ocorrem no período da manhã, a partir das 9 horas, e no período da tarde, a partir das 14 horas, exceto para o curso de capoeira, que começa às 18h30.

Todas as oficinas serão realizadas na nova sede do Instituto Arte no Dique, o Espaço Mais Cultura ‘Escola Popular de Arte e Cultura Plínio Marcos’, que fica na Avenida Brigadeiro de Faria Lima, 1349, no bairro Rádio Clube, na Zona Noroeste de Santos. Mais informações na escola ou pelo telefone:  (13) 3209-9464.

Espaço Mais Cultura ‘Escola Popular de Arte e Cultura Plínio Marcos’ (Av. Brigadeiro de Faria Lima, 1349 – Rádio Clube – Zona Noroeste – Santos/SP)

das 9:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00

Escola de arte e cultura abre inscrições para cursos

O primeiro curso de qualificação profissional da nova sede da ONG Arte no Dique, a Escola Popular de Arte e Cultura Plínio Marcos (av. Brigadeiro Faria Lima 1.349, Rádio Clube), está com inscrições abertas. Voltada para jovens de 16 a 24 anos, a atividade Conexão direta com o futuro visa capacitá-los para o mercado de trabalho, com aulas de informática, português, matemática, inglês, teleatendimento, noções de cidadania e vivência profissional.
No curso, oferecido pelo Instituto Nextel em parceria com a Arte no Dique, os jovens terão aulas durante quatro meses a partir de 6 de agosto. As 40 vagas serão divididas em duas turmas de 20 pessoas, com aulas de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30.
Os interessados devem se inscrever no local, das 9h às 17h, e estar cursando ou ter concluído o ensino médio. Haverá seleção dos inscritos e os escolhidos receberão vales alimentação e transporte. De acordo com a coordenadora social do Instituto Nextel, Claudia Parra, há expectativa de contratação de jovens.
Com a sede inaugurada dia 30, foram ampliadas também as vagas para as oficinas de dança, percussão, educação ambiental, customização e capoeira, que acontecem desde o início do ano. As inscrições para essas atividades começam no dia 16. Para isso é preciso ter mais de cinco anos e entregar cópias da certidão de nascimento, RG e comprovante de residência.
Infraestrutura
Na manhã desta terça-feira (10), o prefeito João Paulo Tavares Papa visitou o prédio na companhia do fundador e presidente da ONG, José Virgílio Leal de Figueiredo. Localizada na zona noroeste, a Escola Popular de Arte e Cultura Plínio Marcos é fruto de parceria entre prefeitura e governo federal, por meio do Ministério da Cultura, com apoio da Cohab Santista.
Construído em área de 1.600 m², o imóvel de 690 m² dispõe de salas de teatro, música, dança e oficina de percussão, estúdio, biblioteca, ateliê, espaço para produção de curtas metragens, laboratórios fotográfico e de informática, além de acervo audiovisual. O edifício possui rampas de acessibilidade e banheiros adaptado

Cine Comunidade chega à 5ª edição levando 7ª arte e informação à Caruara


Animação ‘As Aventuras de Azur & Asmar’ será exibida em 14 de julho no projeto da Secretaria de Cultura; após a sessão, haverá bate-papo com o jornalista André Azenha


O cinema pode desempenhar vários papéis: entretém, é capaz de gerar reflexão, abordar diferentes aspectos da sociedade, informar sobre temas nem sempre difundidos como deveriam. Aliás, temas que numa sala de aula poderiam ser encarados como “chatos”, na tela de cinema ganham outro tratamento, atraem a atenção do espectador. No entanto, nem todas as pessoas têm acesso à sétima arte. Tendo em vista o potencial informativo desempenhado pelos filmes e a falta de condições encontrada por moradores de comunidades carentes em conseguir assisti-los, a Secretaria de Cultura criou no fim de 2011 o Cine Comunidade: projeto que ocorre mensalmente, em Caruara, área continental de Santos.
Depois do sucesso das sessões de “Kirikou e a Feiticeira”, e sua continuação, “Kirikou: Os Animais Selvagens”, nas duas últimas edições do projeto, as crianças poderão conferir mais um longa do mesmo diretor, o aclamado Michel Ocelot: “As Aventuras de Azur & Asmar”, no sábado, 14 de julho, 15h.
A iniciativa, com apoio cultural da Vídeo Paradiso, acontece na Biblioteca Municipal Plínio Marcos. As sessões são seguidas por bate-papo com o jornalista e editor do CineZen e do CulturalMente Santista, André Azenha. Haverá distribuição de suco e pipoca para os presentes.


A trama da animação:
Os meninos Azur e Asmar foram criados juntos pela mesma mulher, Jenane. Azur é loiro e tem olhos azuis, além de ser filho de um nobre. Já Asmar tem olhos e cabelos pretos, sendo filho de Jenane, ama-de-leite que cuida de Azur. Eles cresceram como se fossem irmãos, até serem separados quando Jenane parte com o filho. Asmar cresce ouvindo as histórias da mãe sobre a lendária Fada dos Djins e, quando se torna adulto, decide partir à sua procura, contando com a ajuda do andarilho Crapoux. É quando Azur e Asmar se reencontram, agora não mais como irmãos mas como rivais na busca da Fada.
Elogiado pela crítica, o filme foi premiado no Festival de Munique e traz uma mensagem encantadora e universal. O resultado final é muito bonito, inteligente e instigante, sobre respeito às diferenças culturais e sem soar didático em excesso.

“A biblioteca atualmente não é mais apenas o ponto de encontro para quem deseja ler. O termo leitura passa a ganhar um sentido universal. Biblioteca agora é um espaço multimídia, onde o cidadão tem à disposição diferentes formas de informação: do livro ao áudio-livro e o filme”, explica Jamir Lopes, gestor da rede municipal de Bibliotecas Públicas. “A Secretaria de Cultura percebeu esse novo papel desempenhado pelas bibliotecas e tem investido em novos projetos e infra-estrutura”, afirma.
Desde 3 de outubro de 2011, a Biblioteca Municipal Plínio Marcos conta com mil novos tí­tulos e 150 áudio-livros, que podem ser emprestados aos moradores, além de jornais e revistas. A nova estrutura possui ainda seis computadores, impressoras, televisão LCD (42 polegadas), DVD e home theater.
“O Cine Comunidade comprova a capacidade do cinema em agir socialmente. Mas o intuito é que esses bate-papos ocorram de forma prazerosa para as pessoas, que terão acesso a grandes filmes de forma gratuita e poderão trocar ideias sobre os assuntos relevantes”, diz André Azenha.


Serviço:

Cine Comunidade – exibição de “As Aventuras de Azur & Asmar” mais bate-papo com André Azenha
Quando: Sábado, 14 de julho, 15h
Onde: Biblioteca Municipal Plínio Marcos, Praça Palmares, Caruara, área continental de Santos
“Azur & Asmar”, animação, 2006, de Michel Ocelot, 99 minutos
Entrada franca

Funarte lança editais de ocupação artística

A Fundação Nacional das Artes (Funarte) abriu inscrições para a ocupação de salas de espetáculo no segundo semestre de 2012. Artistas, cooperativas, companhias de dança e circos do país têm até o dia 16 de agosto para apresentar projetos.

Ao todo serão disponibilizadas nove salas em quatro estados diferentes. No Rio de Janeiro (RJ) participam do edital o Teatro Cacilda Becker, o Teatro Dulcina, o Glauce Rocha e o Teatro Duse. Em São Paulo (SP), o Teatro de Arena Eugênio Kusnet, a Sala Carlos Miranda e a Sala Renée Gumiel estarão à disposição.

Em Brasília (DF), o teatro Plínio Marcos, e em Belo Horizonte (MG), o Galpão 3 da Funarte, serão disponibilizados para a ocupação artística.

Companhias ou grupos que não possuem CNPJ podem ser representadas por associações ou cooperativas, desde que sejam associados a elas.

Além das salas, serão destinados R$ 5 milhões provenientes do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para a execução das iniciativas selecionadas.

Somente serão aceitas inscrições enviadas pelo correio. Os projetos deverão ser encaminhados conforme as recomendações que constam no texto dos editais publicados no site da Funarte.