Shows em Dezembro no Sesc Santos

Posted with WordPress for BlackBerry.

Anúncios

Espetáculo resgata as personagens femininas de Chico Buarque

 

Chico Buarque deve ter sido mulher numa existência passada. Só isso explica sua sensibilidade e compreensão do universo feminino. Foi a essa conclusão a que chegaram, em grau de unanimidade, Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa

Em cena, Lucinha, Tânia e Virgínia mergulham no universo da dramaturgia do compositor e, a partir de temas produzidos para musicais, peças e balés, falam, essencialmente, do amor. O espetáculo foi montado por Virgínia Rosa, a convite do Sesc, dentro das comemorações pela passagem dos 60 anos de Chico Buarque, em 2004.

A princípio, ela interpretava, sozinha, algumas das principais músicas relacionadas ao tema. Por sugestão do diretor Fernando Cardoso, Palavra de Mulher passou a ser uma história ambientada num cabaré, ganhou elenco, banda, roteiro, cenário, adereços e figurinos.

As personagens são, portanto, mulheres que discutem até que ponto vale a pena amar. Nada melhor para refletir a respeito, do que as músicas de Chico Buarque, analisa Virgínia Rosa. Da dona do bordel, vivida por Lucinha Lins, ouvem o conselho para não se deixar levar pela paixão e seus efeitos devastadores.

No decorrer do espetáculo, a dúvida nos acompanha e a proposta é compartilhar com o público esse momento. As músicas servem de fio condutor para que elas externem suas angústias e aflições, acrescenta Tânia Alves

 

De forma mais ou menos direta, Lucinha, Tânia e Virgínia tiveram contato com o trabalho de Chico Buarque. As duas primeiras aturam em montagens assinadas por ele, como Ópera do Malandro e a versão de Os Saltimbancos. Já Virgínia, desde sempre, interpretou suas canções.

O espetáculo é essencialmente musical, mas abre espaço para interação com a plateia. Nós buscamos a participação das pessoas e é muito divertido obter essa resposta. O espetáculo ganha, flui melhor, diz Tânia Alves.

 

O espetáculo

 

Para chegar ao resultado final, Palavra de Mulher foi beber na fonte das trilhas sonoras que Chico Buarque compôs em parcerias com Edu Lobo e Francis Hime, entre outros. O espetáculo resgata personagens femininos marcantes.

Foram selecionados temas de O Grande Circo Místico, (Meu Namorado, A História de Lily Brown), Ópera do Malandro (O Meu Amor, Terezinha, Folhetim, Pedaço de Mim), Gota DÁgua (Bem Querer) e Calabar (Joana Francesa). O repertório destaca, ainda, canções como Sob Medida, Tatuagem, e Tango de Nancy.

Virgínia Rosa conta que o trabalho de seleção foi muito criterioso e difícil. Muita coisa boa teve de ficar de fora. Se fôssemos cantar todas as músicas de Chico Buarque que tratam do universo feminino, precisaríamos de mais de uma semana.

. O espetáculo acontece dia 4, no Sesc, a partir das 21h. Ingresso: R$ 20 (inteira).

Sesc – Rua Conselheiro Ribas, 136 – Aparecida

 

Tropicália será tema de evento no Sesc Santos

A Tropicália será tema de evento no Sesc Santos de 24 a 27 de novembro. A programação conta com shows musicais, filmes e ainda um bate-papo que homenageia o movimento, influenciado pelo trabalho de diversos artistas brasileiros.
O movimento deixou suas marcas mais profundas ao promover a fusão entre elementos da cultura popular brasileira a elementos da cultura jovem mundial, como o rock, a psicodelia e a guitarra elétrica.

Por intermédio de filmes, shows e bate-papo, este projeto mostra fragmentos da produção cultural deste movimento de ruptura, responsável pela transformação do ambiente cultural brasileiro.

Confira a programação completa:

DIA 24/11 – 19h – AUDITÓRIO (SESC Santos)
Show: Lanny Gordin e Projeto Alfa

A trajetória deste mestre da guitarra é tão única quanto seu estilo. Em 1968, depois de tocar com algumas bandas de pop e rock, ele finalmente foi descoberto. Apresentado aos líderes do recém-lançado movimento tropicalista, em pouco tempo já estava participando de gravações de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa, que agitaram o cenário musical da época. Ousados, os improvisos de Lanny também chamaram a atenção de artistas de outras correntes musicais, como Tim Maia, Elis Regina, Jair Rodrigues e Erasmo Carlos, com os quais também veio a tocar.

DIAS 25 E 26/11 – 19h – SALA 1 (DIA 25/11) e SALA 2(DIA 26/11)
Documentário Hélio Oiticica
Exibição do documentário, dirigido por Cacá Vicalvi, que apresenta a obra do artista plástico comentada pelo crítico de arte Fernando Cocchiarale e pelo cineasta e sobrinho de Hélio, Cesar Oiticica Filho. Esta produção pertence à série Artes Visuais, que compõe a programação do SESCTV.
A primeira parte será exibida no dia dia 25, antes do filme Terra em Transe, na sala 01.

A segunda, no dia 26, na sala 02, antes do filme O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro. Livre para todos os pblicos

DIA 25/11 – 19h30 – SALA 1
Filme: Terra em Transe
Num país imaginário chamado Eldorado, o jornalista e poeta Paulo Martins hesita entre as diversas forças políticas em luta pelo poder. Dom Porfírio Diaz é líder de direita, político paternalista da capital litorânea de Eldorado, Felipe Vieira é um político populista e Júlio Fuentes, dono do império de comunicações. Em conversa com a militante Sara, Paulo conclui que o povo de Eldorado precisa de um líder político, e apóia Vieira. Direção: Glauber Rocha. Duração: 107′. Não recomendado para menores de 14 anos

DIA 25/11 – 21h30 – COMEDORIA (SESC Santos)
Ingressos de R$ 2,00 a R$ 8,00
Show: É Proibido Proibir – Conrado Pouza e Banda Superbacana
Um dos mais talentosos da nova geração de músicos santistas presta uma homenagem à Tropicália, através dos figurinos, textos polêmicos e canções de mestres do movimento tropicalista: Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Capinam e outros. Não recomendado para menores de 16 anos.

DIA 26/11 – 19h30 – SALA 2 (SESC Santos)
Filme: O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro
Numa cidadezinha chamada Jardim das Piranhas, aparece um cangaceiro que se apresenta como a reencarnação de Lampião. Seu nome é Coirana. Anos depois de ter matado Corisco, Antônio das Mortes (personagem do filme Deus e o Diabo na Terra do Sol) vai à cidade para ver o cangaceiro. É o encontro dos mitos, o início do duelo do dragão da maldade contra o santo guerreiro. Outros personagens vão povoar o mundo de Antônio das Mortes. Entre eles, um professor desiludido e sem esperanças; um coronel com delírios de grandeza, um delegado com ambições políticas; e uma linda mulher, que vive uma trágica solidão. Direção: Glauber Rocha. Duração: 99′. Não recomendado para menores de 14 anos.

DIA 26/11 – 21h30 – COMEDORIA (SESC Santos)
Ingressos de R$ 2,00 a R$ 8,00
Show: Danilo Nunes e o Carrossel de Baco
Claramente influenciado pelo “modo tropicalista”, neste show, que marca o lançamento de seu cd, o grupo liderado pelo cantor e ator Danilo Nunes proporciona uma viagem musical que o próprio grupo define como “Tropicalismo Caiçara Urbanóide”. Ao mesclar elementos da cultura popular com a música contemporânea, literatura e elementos eletrônicos, o grupo trilha caminhos que marcaram o movimento tropicalista. Não recomendado para menores de 16 anos.

DIA 27/11 – 18h – TEATRO (SESC Santos)
Bate papo: O Movimento Tropicalista, Seus Expoentes e Seus Legados
Com a participação do músico Jorge Mautner e do crítico musical Carlos Calado, autor dos livros “A divina comédia dos Mutantes” e “Tropicália: a história de uma revolução musical”, esta conversa em clima de bate-papo entre amigos, aprofundará a discussão sobre a Tropicália, a produção cultural de seus principais representantes e as marcas deixadas na arte brasileira. Não recomendado para menores de 12 anos.

DIA 27/11 – 21h- TEATRO (SESC Santos)
Ingressos de R$ 2,00 a R$ 8,00
Jorge Mautner e Nelson Jacobina
Multi artista e mestre dos tropicalistas, Jorge Mautner é um dos principais nomes da contracultura das décadas de 1960 e 1970. Acompanhado de seu grande parceiro Nelson Jacobina, apresenta uma mostra de seus talentos, sua poesia e sua música. Com um repertório musical atual e também clássicos como “Maracatu Atômico”, “O Vampiro”, “Samba dos Animais” e outros. Teatro. Não recomendado para menores de 16 anos.

 

 

Baile do Simonal em Santos.

 

Max de Castro e Wilson Simoninha, filhos do cantor Wilson Simonal, levam o show ‘O Baile do Simonal’ para uma única e inesquecível noite, que contará com o CD homônino. O show acontecerá no Ginásio do Sesc Santos dia 03 de dezembro, às 21h.

E para animar todos os convidados, o repertório do show é composto por sucessos gravados por Wilson Simonal nos anos 60, começo dos 70. O set list inclui “Mustang Cor de Sangue”, “Terezinha”, “Na Galha do Cajueiro”, “Meia Volta (Ana Cristina)”, “Sá Marina”, “País Tropical”, “Nem Vem Que Não Tem”, “Lobo Bobo”, “Balanço Zona Sul”, “Mamãe Passou Açúcar Em Mim”, “Está Chegando A Hora”, “Vesti Azul”, “Carango”, “A Tonga da Mironga do Kabuletê”, “Que Maravilha”, “Aqui É o País do Futebol”, “Tributo a Martin Luther King”, “Meu Limão, Meu Limoeiro”, “Menininha do Portão” e “Zazueira”.

Os ingressos custam de R$ 3 a R$ 12, Não recomendado para menores de 16 anos. O Sesc Santos fica na Rua Conselheir Ribas, 136 – Aparecida.

Rubi faz show hoje no SESC Santos

 

O cantor goiano, radicado em São Paulo, e que vem fazendo grande sucesso por sua voz incomum, é a atração de quinta,18/11, no Bar do SESC Santos.

Rubi começou a carreira junto com Cássia Eller, em Brasília, aonde chegaram a cantar juntos no bar Bom Demais. Mas sua carreira começou mesmo a deslanchar quando concorreu ao Prêmio Visa de Música Popular Brasileira e ficou em terceiro lugar na 8.º edição.

Vale lembrar que Mônica Salmaso foi a vencedora do 2º Prêmio Visa de MPB, onde também foram premiados Renato Braz, Dante Ozzeti e Yamandú Costa.

Rubi lançou três discos solo: “Rubi” (1998, fora de catálogo), “Infinito Portátil” (2005, selo Sete Sóis, disponível para compra apenas nos shows) e “Paisagem Humana” (2007, selo Eldorado, disponível nos shows e no varejo em geral). Já dividiu palco com Ceumar, Oswaldo Montenegro, Cássia Eller, Zélia Duncan, Chico César, Vânia Bastos e Elza Soares, entre outros.

Como ator, participou de montagens como Mayã (Oswaldo Montenegro), La Fontaine em Fábulas (Dulce Bressane), A Família Titanic (Mauro Rasi), Negro Anjo Azul (musical escrito especialmente para ele por Ricardo Torres).

Foi um dos solistas de Brasil Outros 500 (espetáculo com texto de Millôr Fernandes, músicas de Toquinho e Paulo César Pinheiro e arranjos de Wagner Tiso).

Horário: 21h30.

Ingressos: entre R$ 2,00 e R$ 8,00.

Sesc Santos – Rua Conselheiro Ribas, 136.

Informações – tel (13)3278-9800.

 

Carrosel de Baco

 

O grupo santista, na estrada desde 2006, é a atração gratuita segunda,22/11, no Teatro do SESI Santos.

 

Nos quatro anos de sua trajetória, a banda se notabilizou por fazer pesquisa musical baseada na cultura popular. O repertório é constituído de composições próprias remetendo a temas simples, com teor poético.

 

Cenários e figurinos ambientam esse show musical, inspirado em artistas como Antonio Nóbrega, Alceu Valença e Cordel do Fogo Encantado.

 

As características teatrais encontradas nesse trabalho são exploradas pelo vocalista/ator, produzindo um show performático.

 

A imagem do contador de estórias permeia o espetáculo dando o tom popular.  Propondo uma interação com a platéia através de suas canções e musicalidade, a banda mostra um trabalho de criatividade e qualidade.

 

Fazem parte da banda, Danilo Nunes (Vocalista), Filipe Gonzmarti (Guitarra e Voz), Lucas Moretto (Baixo e Voz), Bruno Conde (Violão), Fabiano Guedes (Bateria) e Marco Aurélio Xabú (Percussão).

 

Horário: 20h.

Ingressos: serão distribuídos uma hora antes da apresentação.

 

Tatiana Parra se apresenta no SESI Música 2010.

 

A cantora e compositora é a atração gratuita sexta, 26/11, no Teatro do SESI Santos, dentro do projeto SESI Música 2010.

 

O espetáculo conta com o repertório de seu primeiro CD Inteira, com canções de jovens promessas como Oração (Dani Black) e Abrindo a Porta (Pedro Altério/Pedro Viáfora), e de nomes notórios como Testamento (Milton Nascimento/Nelson Ângelo) e Amor de Parceria (Noel Rosa).

 

O show Inteira faz parte da Série Brasileira, que oferece ao público pluralidade e riqueza da música brasileira, abrangendo das raízes às tendências contemporâneas do vasto universo musical do país.

 

Além das composições próprias, ela mostra canções de Noel Rosa, Ivan Lins, Milton Nascimento, Tom Jobim e Chico Buarque.

 

Veterana no cenário da música brasileira contemporânea, Tatiana Parra é dona de uma voz cristalina, afinação perfeita e sólida formação musical.

A artista é conhecida no meio musical por suas participações em shows e CDs de artistas como André Mehmari, Chico Pinheiro, Dante Ozetti, Ivan Lins e Théo de Barros.

 

Participou do Projeto Pixinguinha há dois anos, juntamente com Ivan Lins e André Mehmari, também participou da Virada Cultural, integrando o Palco das Meninas.

 

Horário: 20h.

Ingressos: serão distribuídos uma hora antes da apresentação.

 

Teatro do SESI – Av. Nossa Senhora de Fátima, 366.

Informações – tel (13) 3209-8230.

 

 

Mariana Aydar se apresenta no Sesc Santos

Dia 19 de novembro, sexta, às 21h a cantora Mariana Aydar, se apresenta no Teatro do SESC Santos.

Na linha de frente da nova geração de talentos da música brasileira, a cantora e instrumentista, que lançou em 2009 o seu segundo disco “Peixes Pássaros Pessoas”, transita com sua voz marcante em variados ritmos, com destaque para o samba, reverenciando tanto os velhos mestres quanto os compositores ainda pouco conhecidos do grande público. Entre outros relevantes projetos, Mariana participou da gravação do DVD Samba Social Clube ao lado de Zeca Pagodinho, Leci Brandão, Beth Carvalho, Caetano Veloso, D2 e Cláudia e Arlindo Cruz.
Mariana Aydar é filha de Mario Manga, integrante do grupo Premê, e de Bia Aydar, produtora de diversos artistas brasileiros, entre os quais Lulu Santos e Luiz Gonzaga. Nesse ambiente, ficava atrás dos palcos, dormia nos camarins e ia junto com os cantores para o estúdio, aprendendo muita coisa só observando.
A trajetória musical teve início em 2000. Em 2004, após anos de estudo no Brasil e na Berklee School of Music, em Boston, morou em Paris por um ano. Lá conheceu Seu Jorge, que a convidou para abrir os shows na turnê européia. De volta ao Brasil em 2005, passou a investir no disco de estréia, Kavita 1, lançado em setembro de 2006.
Mariana, que estudou cello, violão e canto,[2] já esteve no palco com Seu Jorge, Elba Ramalho, Dominguinhos, Arnaldo Antunes, Toni Garrido, Samuel Rosa, Daniela Mercury , Céu, João Donato, entre outros.
É considerada como integrante de uma safra de cantoras no cenário da nova MPB.
Em abril de 2007, a música “Deixa o Verão” foi convocada para entrar na trilha sonora do seriado adolescente Malhação 2007, da Rede Globo.
Em agosto para setembro de 2007, Mariana Aydar foi indicada a Revelação no VMB (Video Music Brasil), realizado pela MTV.
Em janeiro de 2008, realizou o primeiro show em Salvador, na Praça Tereza Batista, no Pelourinho, para um público superior a mil pessoas totalmente envolvido e conhecedor das ´músicas do repertório da cantora. O show foi uma parceria entre o Projeto Pelourinho Cultural, do IPAC – SECULT, com o produtor baiano Chicco Assis e o Movimento ChA Com Cultura.
Em 2009, a música “Prainha” entrou para a trilha de Malhação 2009, sendo tema do Ceará.

Serviço:


MARIANA AYDAR
DATA:
19/11/2010, Sexta
HORÁRIO: às 21h
LOCAL: Teatro (SESC Santos)
INGRESSOS:
R$ 16,00 (inteira);
R$ 8,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino).
R$ 4,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).
CLASSIFICAÇÃO: Não recomendado para menores de 16 anos

Originalmente Genérico estreia dia 04.11 no Metrópole

Esse e o nome do show solo do Santista Edson Junior.
Nascido na cidade de Santos-SP ,formou-se em publicidade e propaganda aos 22 anos e decidiu usar suas habilidades para fazer o que mais gosta.Divertir! pessoas e vê sorrindo! Resolveu sair por ai como um bêbado (de bar em bar) testando sua performance através do tão conhecido Stand up Comedy. Foi escrevendo, passando por alguns grupos de comédia, se apresentando no formato Open Mic (espaço aberto nos shows de comédia para quem quer testar seus dotes humorísticos.) e por fim resolveu criar seu próprio show solo que vem sendo apresentado em empresas e eventos fechados por todo o Brasil.
Hoje com um pouco mais de 22 anos (…ahãmm!) já fez vários eventos, apresentações em grandes grupos de São Paulo e interior, participou de comerciais e programas de TV como Caldeirão do Hulck, Tudo é Possível com Ana Hickman na Rede Record e Caneca do Jô no Programa do Jô.
SERVIÇO:
Shows de Stand Up Comedy- Todas as Quintas-feiras a partir das 19h.
Local: Metrópole Restaurante e Café
Pça da Republica 50- Centro Histórico- Santos
Reservas: (13) 3223-2403 ou (13) 7808 8696 / 55*82*23392 http://www.metropolerestaurante.com.br
Preços: $ 20,00 na porta
$15, 00 na lista ( envie nomes ate as 16h do dia desejado para superbacanaproducoeseventos@gmail.com )
$10,00 – Estudantes, Idosos, Professores e Classe Artística.
Produção: Luiz Fernando Almeida ( Superbacana Produções)
Hostess: Bia Forster