Espaço Cultural Tremendão recebe exposição de fotos e pinturas “Acorda Santos”

O Espaço Cultural Tremendão, em Santos, receberá a exposição de fotos e pinturas “Acorda Santos”, do dia 28 até 20 de outubro. A mostra contará com obras dos a

Artistas Carlos Amorim Melo e Mariane Rodrigues, com enfoque na Cidade de Santos e as imagens registrando pontos turísticos e paisagens abertas, bem como detalhes e algumas características específicas, como flores, folhagens e arquiteturas.

Jornalista formada na Universidade Santa Cecília, Mariane, de 24 anos, trabalha em planos mais fechados, com o objetivo de minimizar a informação. Recentemente, realizou cobertura fotográfica e making of da novela teatral “Cinderela, uma pícara com aroma de mulher”, escrita por Betinho Neto.

Já Amorim, de 54 anos e formado em Artes Plásticas na Universidade de Belas Artes de São Paulo, completa as obras da fotógrafa com imagens em planos mais abertos, que mostram a Cidade e suas praias. Neste ano, participou de exposições na Art Shopping 2012 – Carroussel du Louvre – Paris e no Teatro Municipal Brás Cubas, em Santos (SP).

“As pessoas encontrarão duas visões distintas da mesma Cidade, o olhar do pintor e o da fotógrafa. Toda e qualquer paisagem pode gerar uma boa imagem, cabe ao artista escolher a melhor. Eu aprecio as paisagens de Santos”, explica Amorim.

A vernissage será no dia 27 de setembro (quinta-feira), a partir das 19h30, com presença dos dois artistas. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10 às 19 horas, e aos sábados, das 10 às 17h.

O Espaço Cultural Tremendão fica na Rua Brás Cubas, 412, no bairro da Vila Mathias, em Santos. Mais informações no site www.tremendao.com.br e na comunidade virtual Facebook: www.facebook.com/espacotremendao.

Torquemada – 17 balas se apresenta no Teatro Municipal de Santos

Ditadura e opressão são temas de espetáculo gratuito

Com o intuito de traçar um paralelo entre a impunidade da ditadura militar e a opressão nas periferias dos dias atuais, a peça ‘Torquemada – 17 balas’ é exibida às 20h, no Teatro Municipal Braz Cubas. Os ingressos são gratuitos e devem ser retirados com uma hora de antecedência.

Encenado pelo GTO da Garoa (Grupo de Teatro do Oprimido de São Paulo), o espetáculo é uma releitura do texto de Augusto Boal, e faz alusão ao inquisidor espanhol Tomás de Torquemada. Mediante técnicas do Teatro Fórum, a plateia poderá sair de seu papel de espectador e entrar em cena propondo alternativas para a história.

A iniciativa integra o projeto ‘Torquemada: Resgatando Memórias da Opressão do Passado ao Presente’, que também realiza oficina sobre o tema, nesta sexta-feira (17), das 13h às 19h, no terceiro piso do Municipal. A participação é gratuita, mas é necessário se inscrever pelo e-mail oficina.teatrooprimido@gmail.com. As vagas são limitadas.

O projeto é resultado de parceria entre o GTO da Garoa e a ONG Mudança de Cena e tem o financiamento da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça através do Projeto Marcas da Memória. Classificação: 12 anos. Informações: 3226-8000.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Sen. Pinheiro Machado, 48 – Vila Mathias – Santos/SP)

16/08 as  20:00h

 

 

São Sebastião recebe ‘Ilha de Toque Toque Jazz Festival’ a partir de sexta-feira

Nesta sexta, às 21 horas, os amantes do jazz ganham um grande presente. O Ilha de Toque Toque Jazz Festival abre a sua segunda edição, com um show da australiana Jazz MacFarlane no Teatro Municipal de São Sebastião.

Já no sábado, a apresentação fica por conta da voz afinada e mundialmente conhecida da cantora brasileira Izzy Gordon, referência quando o assunto é jazz e bossa nova. Ela estará  acompanhada do trombonista Bocato, fundador da banda Metalurgia, para um show mais restrito, aos hóspedes do hotel e convidados que podem adquirir ingressos de forma avulsa.

Haverá ainda apresentação do Trio Hammond Grooves e do saxofonista norte-americano, Brad Berendes, no sábado seguinte, dia 30.O evento é organizado pelo Ilha de Toque Toque Boutique Hotel e pela Barraventoartes.

Serviço

Jazz Festival em São Sebastião
Quando: a partir de sexta-feira, dia 21 de junho
Que horas: 21 horas
Onde: Teatro Municipal de São Sebastião – Rua Antônio Cândido, 25  São Sebastião
Quanto: preços variarão de acordo com o evento

Mais informações:  12 3864-9112

Lolita Rodrigues: “Fico muito comovida com a homenagem”

Antes de ser homenageada no XVI FESCETE, a atriz santista falou sobre sua trajetória artística. Festival começa nesta sexta, dia 15

Nascida em Santos, a atriz Lolita Rodrigues se revelou feliz por ser lembrada no XVI FESCETE – Festival de Cenas Teatrais, cuja cerimônia de abertura acontece nesta sexta-feira, dia 15, no Teatro Municipal Braz Cubas. Em entrevista realizada por telefone, Lolita falou sobre sua trajetória artística, iniciada bem cedo, aos 10 anos, bem como a emoção de ser homenageada na cidade onde deu seus primeiros passos.

Você começou a carreira bem cedo, não foi? O que lembra desse comecinho, e como foram os anos do rádio?

Lolita Rodrigues: Sim, comecei com 10 anos incompletos, cantando como caloura na Rádio Atlântica de Santos. Era uma criança muito pobre, e também muito alegre. Lembro que achava tudo maravilhoso, e nessa estreia fui com o melhor vestido que tinha. Morei até os 13 anos no Marapé, na Rua Carvalho de Mendonça. A casa está até hoje lá. Depois nos mudamos para São Paulo, e passei por rádios como a Bandeirantes, a Cultura e a Rádio Tupi. Conhecíamos as celebridades somente pela Revista do Rádio, era muito diferente de hoje.

Você cantou o Hino da Televisão na inauguração da TV Tupi, em 1950. Como foi participar de um momento histórico como esse, dos primeiros anos da televisão?

Lolita Rodrigues: Era uma aventura! Tinha 21 anos, e usei naquele dia o vestido da minha formatura. Ninguém sabia muito bem o que fazer, porque era tudo muito novo. Ali conheci os intelectuais que foram os pioneiros da TV brasileira, como o Cassiano Gabus Mendes, que dirigiu a primeira transmissão, o Walter Jorge Durst e o Túlio de Lemos, que fizeram grandes trabalhos. No começo, a maioria dos programas da TV vinham do rádio, como a Escolinha do Ciccilo. Meu marido, Airton Rodrigues, que conheci na televisão, foi o primeiro cronista de TV.

Só tive a dimensão do que tinha sido aquilo no dia seguinte à primeira transmissão, quando entrei no ônibus e fui reconhecida. Aquilo me surpreendeu muito.

Em geral não sabíamos o que fazer, levávamos as roupas e os objetos de cena, porque não havia produção para isso. Ganhávamos muito pouco, e a televisão era um aparelho caro, que pouca gente tinha. A minha própria TV foi parcelada em várias prestações.

Até então você ainda era cantora, e tinha o sonho de ser atriz. Como foi que começou a atuar, e ter uma carreira tão extensa fazendo o que sempre quis?

Lolita Rodrigues: As grandes estrelas da TV vinham do teatro, então comecei com papéis bem simples, abrindo porta, tendo participações rápidas. O primeiro papel de destaque foi a Esmeralda, na série “O Corcunda de Notre Dame”, em 1957. Era às terças e sextas, ao vivo, então não podíamos errar! Sempre tinha alguém com o script atrás do cenário, ou deitado no chão segurando os papéis para não perdermos as falas.

Antigamente os atores conviviam bastante, lembro que todo mundo morava no Sumaré, bairro onde era o estúdio, éramos muito amigos. Hoje os atores ficam juntos por sete, oito meses, durante a novela, mas não existe muita amizade além desse período.

Fiz muitos amigos, hoje poucos estão vivos, o que me deixa com muita saudade. Com quem ainda tenho contato, daquela época, é com a Hebe Camargo, a Vida Alves… A Nair Bello, que morreu em 2007, também era muito amiga, me dá uma dor no peito enorme quando lembro dela.

Você chegou a fazer cinema e teatro? E ainda pensa em atuar na TV?

Lolita Rodrigues: Não penso mais em atuar, é muito cansativo para mim, ter que viajar até o Rio, passar meses lá. No cinema fiz o filme “Quase no Céu”, do Oduvaldo Viana, um preparativo para a TV Tupi, que na verdade foi uma farra de todos nós. Não fiz teatro porque meu marido não deixava. Eu trabalhava a semana inteira na TV, e mal ficaria em casa se fizesse teatro nos fins de semana.

O que acha dessa homenagem do FESCETE em Santos, cidade onde nasceu, comemorando ainda o Centenário do Mazzaropi?

Lolita Rodrigues: Fico muito comovida com a homenagem! Quando fui convidada havia sofrido um acidente, e em junho teria que ir para João Pessoa, ficar com a minha filha, mas logo me animei a ir para Santos. Fico feliz por lembrarem de mim, ainda mais por ser na cidade onde nasci.

Sobre o Mazzaropi, ele era uma pessoa maravilhosa, muito bondosa. Gravei com ele a marcha “Nhá Carola” [de Hudson Gaia “Petit”, em 1956], e a respeito disso tem um episódio engraçado: quando ele me convidou para cantar, disse assim: “Lolita, nós vamos cantar a música, só que você tem que cantar muito mal!”.

Curiosidades:

– No rádio, Lolita Rodrigues ganhou por duas vezes o prêmio Roquette Pinto na categoria Cantora Internacional.

– Na inauguração da TV Tupi, em 18 de setembro de 1950, quem havia sido escalada para cantar o Hino da Televisão foi Hebe Camargo, porém alegou um resfriado e não pôde comparecer, e Lolita assumiu seu lugar.

– Os equipamentos da TV Tupi haviam sido importados, e chegaram ao Brasil pelo Porto de Santos, onde foram recebidos por Assis Chateaubriand e o elenco da TV.

– De acordo com entrevista do ator Lima Duarte, em 2006, ao programa Roda Vida, da TV Cultura, 28 pessoas estavam no estúdio, na inauguração da TV Tupi. Destes, estão vivos até hoje ele próprio, Hebe Camargo e Lolita Rodrigues, apenas.

– Lolita e o marido Airton Rodrigues apresentaram por anos o programa “Almoço com as Estrelas”, o primeiro programa do tipo na televisão brasileira. Sobre a ideia, o diretor artístico do programa, Cassiano Gabus Mendes teria dito: “Mas vai aparecer gente comendo no vídeo?”. Apesar disso, o programa teve grande sucesso. O casal também apresentou o programa “Clube dos Artistas”, que recebia vários artistas nacionais e até internacionais, como o ator estadunidense Michael Douglas.

– Com a amiga Nair Bello contracenou no humorístico Zorra Total, e em novelas como A Viagem, Uga-Uga e Kubanacan.

– O último papel de Lolita foi na novela Viver a Vida (TV Globo), de 2009, quando interpretou Noêmia, mãe do protagonista Marcos, personagem de José Mayer. O papel foi um presente do autor, Manoel Carlos, pelos 80 anos completados naquele ano.

Números:

30 telenovelas

14 episódios de teleteatro e comédias de costumes

5 programas de TV

1 longa metragem

1 humorístico

1 minissérie

(Fonte: Castro, Eliana. Lolita Rodrigues: de carne e osso. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2008)

Serviço

Abertura: XVI FESCETE – Festival de Cenas Teatrais

Sexta-feira, 15 de junho – 19h30

Teatro Municipal Braz Cubas – Av. Pinheiro Machado, 48 – Vila Mathias – Santos

19h30 – foyer – Abertura da Galeria “Gagalhadaria”

19h45 – foyer – Abertura do Espaço Integrado de Arte, com homenagem ao grupo britânico Monty Python

20h – Cerimônia de Abertura em homenagem à atriz Lolita Rodrigues

21h – Espetáculo “Pelo Cano”, do grupo Jogando no Quintal (SP) com Paola Musatti e Vera Abbud – Classificação 12 anos – Gratuito.

Sinopse

Em Pelo Cano, a amizade, o dinheiro, a inveja e os eternos sonhos de amor são alguns dos temas que permeiam a existência das palhaças Emily e Manela.

A dramaturgia do espetáculo não parte de um texto. Ela se desenvolve a partir da expansão de uma pequena situação que, por sua vez, incorpora novas situações, novas histórias, novas relações, novos quadros que, associados entre si, compõem o universo poético destas duas personagens.

Com violão, flauta, voz e violino, Emily e Manela criam um equilibrado contraponto às situações silenciosas, compondo um espetáculo sutil e coeso onde as emoções se manifestam por diversos registros.

FESCETE vai fazer todo mundo rir

“Uma Ode ao Humor no Centenário de Mazzaropi, Uma Homenagem à Lolita Rodrigues” é o tema do XVI Festival de Cenas Teatrais, que terá a presença da atriz santista

Humor, risos e a arte da provocação darão o tom do XVI Festival de Cenas Teatrais, o FESCETE, que acontece de 15 a 29 de junho, em Santos. Com o tema “Uma Ode ao Humor no Centenário de Mazzaropi. Uma Homenagem à Lolita Rodrigues”, neste ano o festival tem como homenageada a atriz santista.

Após a cerimônia de abertura do festival, com homenagem a Lolita Rodrigues, que estará presente no Teatro Municipal, a noite contará ainda com apresentação do espetáculo “Pelo Cano”, do grupo paulistano Jogando no Quintal.

O festival de cenas é um dos principais do cenário nacional. No total, serão apresentadas 61 cenas nas categorias mirim, estudantil, adulto e monólogo, cujos trabalhos serão analisados pelos orientadores, ao final premiando as melhores cenas, bem como os destaques em cada área.

Dentro do tema, o festival vai trazer atrações que remetem ao humor. No Espaço Integrado de Arte, no foyer do Teatro Municipal, as atrações serão anunciadas na abertura com uma homenagem ao histórico grupo britânico Monty Python. Haverá a galeria Gargalhadaria, trazendo fotos de pessoas sorrindo, tiradas durante o próprio FESCETE. No festival será apresentada a novela teatral “Cinderela: uma pícara com aroma de mulher”, de Betinho Neto, entre outras atrações, como exposição de artes, intervenções cênicas e musicais, performances artísticas, e até “stand up comedy”, com o santista Edson Junior, campeão brasileiro desta modalidade de humor em 2011.

No dia 16, haverá a leitura dramática do texto “A Carta”, de Gilson de Melo Barros, do Teatro Experimental de Pesquisas (TEP/Unisanta). Dia 22, tem a leitura dramática do texto “O Anjo Renegado”, de Fabiano Santos, do Grupo Porão. Outro destaque da programação é a roda de partilha “Uma ode ao mestre do humor: Mazzaroppi”, que terá a presença de Sérgio Luiz Carvalho, ator que contracenou com Mazzaroppi na década de 1970.

A formação do ator também está presente na programação. Além de oficinas formativas e de iniciação teatral, no dia 21 as atrizes do grupo Jogando no Quintal, Paola Musatti e Vera Abbud, além de Raul Barreto, do grupo Parlapatões, participam de debate sobre cenas teatrais cômicas, no Sesc Santos.

O festival dará espaço a produções cênicas da região. Serão apresentados os espetáculos “Reclame – Uma História de Amor”, da Cia. Teatral Cenicomania, “Dançar é Só o Começo…”, do Studio Las Cia. de Dança, “Farrandança”, do Projeto Ciclocênico, “Prólogo para o Diletante”, da Cia Ohm, além de “Cabaret do Judas” e “Canção para Othello”, ambos do Grupo Tescom.

O XVI FESCETE é uma realização de Tescom Promoções Artísticas e Culturais, em parceria com a Prefeitura de Santos, por meio da Secretaria de Cultura. O festival conta com a Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal, e tem patrocínio de Transbrasa, Sabesp e Governo do Estado de São Paulo. Apoio: Petrobras, Codesp, Secretaria de Portos, TV Tribuna, Colégio Jean Piaget, Sesc Santos e Abaçaí Cultura e Arte.

Mais informações, como a programação completa, podem ser vistas no www.fescete.com.br ou www.estudiotescom.com.br.


Lolita Rodrigues

Grande homenageada desta edição, Sílvia Gonçalves Rodrigues Leite, a Lolita Rodrigues, nasceu em Santos no dia 10 de março de 1929. Descendente de espanhóis, ainda criança começou a participar de programas na Rádio Record, em São Paulo. Cantando, passou pelas rádios Bandeirantes, Cultura e Tupi, chegando a ganhar dois Troféus Roquette Pinto como “Melhor Cantora Internacional”.

Na inauguração da TV Tupi, em 1950, Lolita cantou o hino da televisão brasileira. Lolita participou do primeiro discp RPM do grande mestre do humor Mazzaropi. No disco cantou a marcha “Nhá Carola” (Hudson Gaia “Petit”).

Seu sonho era tornar-se atriz, o que se realizou em 1957, quando interpretou a cigana Esmeralda na telenovela O Corcunda de Notre Dame. Foi nessa época que conheceu Aírton Rodrigues, com quem se casou e teve um filho. Juntos, o casal apresentou durante longos anos os programas “Almoço com as Estrelas” e “Clube dos Artistas”, na TV Tupi, de São Paulo, e fizeram grande sucesso.

Como atriz, Lolita foi contratada da TV Record, TVS e TV Globo, e continua atuando até hoje.

DIA 15/06 – Sexta-feira

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – Abertura da Galeria “GARGALHADARIA”, coordenação Tatiane Líbor e Guilherme Zanin. Equipe: Anna Laryssa Almeida, Denise Braga, Kátia Baliano, Rafael Branco, Renato Fernandes e Rosana de Jesus.
  • 19h45 – Abertura do Espaço Integrado de Arte com Marcus Di Bello e Marcelo Marinho. Uma homenagem ao Grupo Britânico Monty Python.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 20h – Cerimônia de Abertura em homenagem à atriz Lolita Rodrigues.
  • 21h – Espetáculo “Pelo Cano”, do Jogando no Quintal (SP) com Paola Musatti e Vera Abbud – Classificação 12 anos – Gratuito.

DIA 16/06 – Sábado

 

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 14h30 – Espetáculo “Mala Com Alça”, do Grupo TESCOM.

 

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 16h – CATEGORIA MIRIM – R$10,00

 

  • “João e Maria” – Presepada Teens (Santos/SP)
  • “A Árvore Que Andava” – Os Shakespearianos (Santos/SP)
  • “Pluft” – Presepada Teens (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

 

  • Após as cenas da categoria mirim – Leitura Dramática do texto “A Carta”, de Gilson de Melo Barros (TEP – UNISANTA)
  • Roda de Partilha da Categoria Mirim

MISS – Museu da Imagem e do Som de Santos (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 20h – Espetáculo “Reclame – Uma História de Amor”, da Cia. Cenicomania,  (Santos/SP) – Gratuito – 50 lugares.

DIA 17/06 – Domingo

UNIMONTE (Av. Rangel Pestana, 99)

  • 14h – Cortejo da Sustentabilidade com alunos de Pedagogia – UNIMONTE e  Doutores da Cultura.

GALERIA – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 14h30 – Abertura do Espaço de Ações Formativas/Galeria.

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 15h30 – Banda Neves Prado. (Regente Márcia Ribeiro)

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 16h – CATEGORIA MIRIM – R$10,00

 

  • “A menina e o vento” – Presepada Kids (Santos/SP)
  • “Fim do Mundo” – Núcleo de Pesquisa Elefante em Cena (Santos/SP)
  • “Pequeno Dicionário do Teatro” – Arte e Estudo (Santos/SP)
  • “Cordel e Sertão” – Eu Pimenta, Tu Malagueta (Santos/SP)
  • “Bruxinha, eu?” – Na’Vi (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da categoria mirim – Intervenção Cênica dos Doutores da Cultura.
  • Roda de Partilha da Categoria Mirim.

SESC / SANTOS (R. Conselheiro Ribas, 136)

  • 16h – 19h – Oficina “CENAS CÔMICAS”, com Danilo Grangheia. 20 vagas. Inscrições na Central de Atendimento do SESC. Gratuito.
Dia 18/06 – Segunda-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h – Intervenção Cênica dos Doutores da Cultura.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ESTUDANTIL – R$10,00
  • “A Bruxinha que era boa” – Núcleo de Teatro – Colégio Objetivo (Guarujá/SP)
  • “Maroquinhas Fru Fru” – Núcleo de Teatro Anglo Santos (Santos/SP)
  • “A Tristeza do Rei” – Ob-Cena – Objetivo em cena (Praia Grande/SP)
  • “O Artista” – Teatro J.N. – E. E. “Prof. José Nigro”  (São Vicente/SP)
  • “O Beco” – Objetivo São Vicente – Centro Educacional (São Vicente/SP)
  • “Alice” – Núcleo de Teatro – Objetivo Ponta da Praia (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da categoria estudantil – Performance Artística da Gaia’thos Cia. de Arte.
  • Roda de Partilha da Categoria Estudantil

Dia 19/06 – Terça-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 18h30 – Contação de História com os Doutores da Cultura. (Galeria/Espaço de Ação Formativa)
  • 19h – Capoeira para Todos (Projeto Capoeira Escola – Mestre Márcio)

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ESTUDANTIL – R$10,00

 

  • “Ensaio Sobre Loucura” – Núcleo de Artes Cênicas Universitas (Santos/SP).
  • “Convento: O que fazer para consertar Maria” – Cia. Teatral Pé no Palco – Colégio do   Carmo (Santos/SP).
  • “O Diamante do Grão Mogol” – Núcleo de Teatro Anglo Santos (Santos/SP).
  • “Virou Amor” – Grupo Trecos em Cena – Colégio Leão XIII (Santos/SP).
  • “O Rapto das Cebolinhas” – Cia. Renascer – CER Jardim Rio Branco (São Vicente/SP).
  • “Dezesseis e Dezessete” – Cia. Teatral Pé no Palco – Colégio do Carmo (Santos/SP).

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Roda de Partilha da Categoria Estudantil
Dia 20/06 – Quarta-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 18h30 – “Jogos e Brincadeiras” com os Doutores da Cultura (Galeria/Espaço de Ação Formativa) – Gratuito.
  • 19h – Intervenção Cênica “São Vicente, A Primeira”, da Cia. Recriapalhando e Academia de Artes Oswaldo Névola Filho (Projeto São Vicente Em-Cena, a História)

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ESTUDANTIL – R$10,00

 

  • “Dó, Ré, Mi” – Cia. Teatral Pé no Palco – Colégio do Carmo (Santos/SP)
  • “Bang, Bang Você Morreu” – Núcleo de Teatro Jean Piaget (Santos/SP)
  • “Pluft, o Fantasminha” – Cia. de Artes Colégio França (Praia Grande/SP)
  • “Cidadão Tonho” – COC – Colégio Nascimento (São Vicente/SP)
  • “Eu, Alma” (Poesia Encenada) – Ob-cena – Objetivo em Cena – (Praia Grande/SP)
  • “O Roubo da Monalisa” – Núcleo de Teatro Jean Piaget (Santos/SP)
  •  “Uma Paixão Inesperada” – Cia. Teatral Pé no Palco – Colégio do Carmo (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da categoria estudantil – Experimento Musical com Boldrini (Contrabaixo Acústico)
  • Roda de Partilha da Categoria Estudantil.
Dia 21/06 – Quinta-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 

SESC-Santos (R. Conselheiro Ribas, 136)

 

NÚCLEOS DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TEATRAL

 

19hCurtas e Cômicas – Apresentação e debate sobre cenas teatrais cômicas com Paola Musatti e Vera Abbud, do grupo Jogando no Quintal e Raul Barreto do grupo Parlapatões, Patifes e Paspalhões. Gratuito – Sala 01 – 120 vagas.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

20hEspetáculo “Dançar é só o começo…”, Studio Las Cia. de Dança Coreógrafos: Luciana Ramos e Alexandre Siqueira (valor R$.10,00).

Dia 22/06 – Sexta-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro e Agência de Artistas e Técnicos (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 15h às 17h – Vivência em Produção Teatral com Alex Felix, Marco França e Marcus Di Bello – gratuito.

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 17h30 – Leitura Dramática do texto “O Anjo Renegado”, de Fabiano Santos (Grupo Porão)
  • 19h – Grupo Musical SP101.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ADULTO E MONÓLOGO – R$10,00

 

  • “O Senhorio é o Senhor” (Adulto) – Presepada (Santos/SP)
  • “Vestidas de Flanela” (Monólogo) – Teatro TUCADETE (Guarujá/SP)
  • “Judia” (Monólogo) – Silia e Ceci Dance Theatre (Santos/SP)
  • “Com Felicidade Não Há Lírica” (adulto) – ImaginArte (Praia Grande/SP)
  • “Dois Perdidos em uma Noite Suja” (Adulto) – Grupo Doze (Santos/SP)
  • “Duas Cartas” (Adulto) – Núcleo de Artes Cênicas/SENAC (Santos/SP)
  • “O Casamento de Maria Feia” (Adulto) – Ala de Baco/SENAC (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da Categoria Adulto e Monólogo – Espetáculo “Cabaret do Judas”, Direção Marco França, do Grupo TESCOM (Gratuito)
  • Roda de Partilha da Categoria Adulto e Monólogo.
Dia 23/06 – Sábado

 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 14h – Oficina de Teatro Infantojuvenil com Kátia Baliano e Natali Barbosa. (Gratuito)

Fonte do Sapo (Praia da Aparecida – Santos/SP)

  • 16h30 – Espetáculo de Rua “Farrandança”, do Projeto Ciclocênico, uma parceria dos Grupos: Coisas de Teatro Cia. de Arte e Teatro e Teatro Wídia. (Gratuito)

Teatro Guarany (Pça. Dos Andradas, 100)

  • 17h – Espetáculo “Prólogo para o Diletante”, com a Cia. Ohm. Direção Renata Carvalho.

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h – Stand Up Comedy, com Caio Marques e Edson Junior.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ADULTO E MONÓLOGO – R$10,00
  • “A Lenda do Hipupiara, o Demônio das Águas” (Adulto) – Cia. Recriapalhando e Academia de Artes “Oswaldo Névola Filho de São Vicente/SP.
  • “Fragmentos” (Adulto) – Cia. Trilha (Santos/SP)
  • “Ferrou, o Armário Quebrou”(Adulto) – Grupo Relaxa/SENAC (Santos/SP)
  • “Mamãe Não Tem Cachorros em Casa” (Adulto) – Taetro de Teatro (Santos/SP)
  • “Para uma avenca partindo” (Monólogo) – Presepada (Santos/SP)
  • “Jamais te Amei Tanto (Adulto) – Silia e Ceci Dance Theatre (Santos/SP)
  • “A Chegada de Giovanna” (Adulto) – Cia. Trilha (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da Categoria Adulto e Monólogo – Primeiro Capítulo da Novela Teatral “Cinderela, a Pícara Com Aroma de Mulher”, direção de Betinho Neto.
  • Roda de Partilha da Categoria Adulto e Monólogo
Dia 24/06 – Domingo

 

Teatro Guarany (Pça. Dos Andradas, 100)

  • 17h – Espetáculo “Prólogo para o Diletante”, com a Cia. Ohm. Direção Renata Carvalho.

 Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

 

  • 18h – Oficina de Interpretação “Do Palco Para a Tela”, com Wanderley Camargo. 25 vagas. Inscrições na bilheteria do FESCETE. Gratuito

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ADULTO E MONÓLOGO – R$10,00
  • “A Gosto” (Adulto) – Vivenciando a Arte (Lorena/SP)
  • “Marchinhas Carnavalescas na Visão dos Artistas-Palhaços-Patriotas” (Adulto) – Núcleo de Pesquisa Arte do Clown (Santos/SP)
  •  “Até Que o Trem Nos Separe” (Adulto) – Núcleo Paulista Luzes da Ribalta (São Paulo/SP)
  • “A Confissão de um Viúvo de Cor Branca” (Monólogo) – Núcleo de Pesquisa Elefante em Cena (Santos/SP)
  • “Dois Perdidos Numa Noite Suja” (Adulto) – Vivenciando a Arte (Lorena/SP)
  •  “In Sônia” (Monólogo) – Presepada (Santos/SP)
  • “Presente de Deus” (Adulto) – Cia. Programa Vida Saudável (Bertioga/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da Categoria Adulto e Monólogo – Segundo Capítulo da Novela Teatral “Cinderela, a Pícara Com Aroma de Mulher”, direção de Betinho Neto.
  • Roda de Partilha da Categoria Adulto e Monólogo.

Dia 25/06 – Segunda-Feira

 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes.

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 18h30 – Camerata de Violões Heitor Villa-Lobos/SECULT. Regente Francisco Pupo.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ADULTO – R$10,00
  • “Navalha na Carne” (Adulto) – Atordoados (Santos/SP)
  • “O Amor Morreu?” (Adulto) – Grupo Artístico Manamanah (São Vicente/SP)
  •  “O Submarino”  (Adulto)  – Grupo Dosdois (Santos/SP)
  • “Di, arista e Faxineide” (Adulto)  – Grupo Alamandra (Praia Grande/SP)
  • “Desencontro à portuguesa” (Adulto) – Mamão Papaya/SENAC (Santos/SP)
  • “Esperando Godot” (Adulto) – SENAC Santos (Santos/SP)
  • “Rodrigueanas” (Adulto) – Taetro de Teatro (São Vicente/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da Categoria Adulto – Terceiro Capítulo da Novela Teatral “Cinderela, a Pícara Com Aroma de Mulher”, direção de Betinho Neto.
  • Roda de Partilha da Categoria Adulto

Dia 26/06 – Terça-Feira 

TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes. 

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h – Intervenção “Ao Som do Sax”, com Fernando Ramos.

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • 19h30 – CATEGORIA ADULTO – R$10,00
  • “As Escravas” (Adulto) – Presepada (Santos/SP)
  •  “O Piano” (Adulto) – Grupo Artístico Manamanah (São Vicente/SP)
  • “A Carta” (Adulto) – Les Dumbs/SENAC (Santos/SP)
  • “Vestido de Noiva” (Adulto) – Cia. Teatral Cama de Vacas/SENAC (Santos/SP)
  • “As Três Bruxas” (Adulto) – Macbeth/SENAC (Santos/SP)
  •  “Senhora” (Adulto) – Arte e Estudo (Santos/SP)

Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

  • Após as cenas da Categoria Adulto – Quarto e Último Capítulo da Novela Teatral “Cinderela, a Pícara Com Aroma de Mulher”, direção de Betinho Neto e Encerramento do Espaço Integrado de Arte 2012.
  • Roda de Partilha da Categoria Adulto
Dia 27/06 – Quarta-Feira

 TESCOM | Escola de Teatro (Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 195)

  • 10h – Oficina de Iniciação Teatral com Thassya Stersi e Renato Fernandes (Gratuito).

 Espaço Integrado de Arte – Foyer do Teatro Municipal (Av. Pinheiro Machado, 48)

 

  • 20h – Roda de partilha “Uma ode ao mestre do humor: Mazzaropi”, com Sérgio Luiz Carvalho. Mediação Carlos Bellini e Gerson Regé. Gratuito.

Dia 28/06 – Quinta-feira

Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48)

 

  • 21h – Espetáculo “Canção Para Othello”, do Grupo TESCOM. Direção Tanah Corrêa – Uma homenagem aos 35 anos de Carreira Profissional de Tanah Corrêa. (Valor R$.10,00)

Dia 29/06 – Sexta-feira

Teatro Coliseu (R. Amador Bueno, 237 – Centro)

  • 15h às 17h – Vivência em Produção Teatral com Alex Felix, Marco França e Marcus Di Bello – Gratuito.

Teatro Coliseu (R. Amador Bueno, 237 – Centro)

  • 20hENCERRAMENTO – entrada livre
  • Cerimônia de Premiação do XVI FESCETE – Categorias Competitivas e 8º Concurso Estudantil de Poesia.
  • Show da Banda Ecliptyka.

INFORMAÇÕES:

Atenção!

Ingressos para as Cenas das Categorias (Adulto, Estudantil, Mirim e Monólogo) R$10,00– Participantes do XVI FESCETE com crachá têm entrada gratuita nas apresentações das cenas (sempre respeitando o número de assentos – prioridade para o público com ingresso);

 

Fotografia e Filmagem Digital

Grupos interessados devem solicitar os registros com antecedência:

Responsável Fotografia: Denise Braga – (13) 7813-0987

Responsável Filmagem:  Dino Menezes – (13) 9725-8137

 

Programação também pelos sites: www.fescete.com.br

www.estudiotescom.com.br

ENDEREÇOS:

  • TESCOM – Escola de Teatro e Agência de Artistas e Técnicos

(Av. Cons. Rodrigues Alves, 195)

Informações tel.: (13) 3233-6060

  • Teatro Municipal Bráz Cubas

(Av. Pinheiro Machado, 48)

Informações tel.: (13) 3226-8000

  • MISS – Museu de Imagem e Som de Santos

(Av. Pinheiro Machado, 48)

Informações tel.: (13) 3226-8000

 

  • Teatro Guarany

(Pça dos Andradas, 100)

Informações tel.: (13) 3219 3828

  • Fonte do Sapo

(Praia da Aparecida – Santos/SP)

Proximidades do Canal 5

  • SESC – SANTOS

(Rua Conselheiro Ribas, 136)

Informações tel.: (13) 3278 9800

Sérgio Mallandro apresenta o show ” Sem Censura” na proxima sexta-feira em Santos

Após rápida temporada em São Paulo, quatro apresentações com casa cheia, o humorista chega a Santos para apresentação única de seu show de Stand-Up Comedy: “Sem Censura”. O show reúne textos que marcaram a vida do humorista como sua estreia na televisão brasileira, trabalhos realizados no SBT e na Rede Globo, passagens pelo cinema, hits que marcaram a geração nos anos 80 e fazem sucesso até hoje, entre outros. Lógico, tudo muito bem acompanhado das já conhecidas performances, que são a marca registrada de Sérgio Mallandro.
Sexta, dia 27, às 21h, no Teatro Municipal Braz Cubas. Ingressos R$ 70 (inteira) e R$ 35 meia.

Programação FESTA 54 – 5a feira 19/04

19 DE ABRIL, quinta-feira

11h – OFICINA DE INTERPRETAÇÃO: O PALHAÇO E O JOGO (TRAÇO CIA DE TEATRO).
Local: SESC SANTOS (das 11h às 13h).

A oficina tem como principal foco a experimentação prática. Conceitos relativos a jogo, improvisação, presença cênica e trabalho em grupo serão abordados na medida em que forem vivenciados corporalmente por meio de exercícios.

Por meio de jogos teatrais e interações (ator-ator e ator-espectador) buscamos instigar os participantes a experimentarem o treinamento e postura exigidos para um trabalho na rua, conduzindo-os a um estado de percepção de seus mecanismos geradores de movimento e comicidade.

Cia Traço de Teatro. Fundada no ano de 2001. Em sua trajetória artística, a técnica do palhaço configura-se como principal recurso pedagógico de formação, treinamento e criação. Junto a esta técnica, investigações sobre o teatro de rua e o teatro cômico popular colaboram à pesquisa cênica da Companhia. Elas instrumentalizam seus artistas para a criação de um repertório pessoal, preparando-os para uma relação livre, direta e potencialmente transformadora para com o público.
15h – O PATO A MORTE E A TULIPA (CIA DE FEITOS). Mostra Infantil.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo

O Pato, a Morte e a Tulipa
Cia de Feitos
São Paulo (SP)

Livre adaptação da obra homônima do escritor alemão Wolf Erlbruch, livro cuja temática é a morte. Quando um pato descobre que a morte o está seguindo, leva um susto, mas logo vê que ela até tem um sorriso amigo, e aos poucos aceita sua companhia. E quem imaginaria que, ao conhecer e se encantar com um pato, a morte perderia a noção do tempo e desfrutaria um pouquinho mais a vida?

Adaptação: Cia de Feitos e Carlos Canhameiro
Direção: Carlos Canhameiro
Elenco: Artur Kon, Denise Cruz, Giscard Luccas, Leandro Ivo
Preparação Corporal: Karina Moraes
Cenário e Figurinos: Márcio Tadeu
Cenotécnico: Carlos Orelha
Costureira: Judite de Lima
Adereços: Cia de Feitos e Luna Vicente
Iluminação: Daniel Gonzalez
Operador de Luz: Rodrigo Bianchini
Operador de Som: Rodrigo Palmieri
Arte Gráfica: Leandro Ivo
Assessoria de Imprensa: Giscard Luccas
Faixa Etária: a partir dos 4 anos

17h – HELENA PEDE PERDÃO E É ESBOFETEADA (TABLADO DE ARRUAR). Mostra de Rua. ( FOTO)
Local: Praça Mauá.
*Após o espetáculo haverá debate com o grupo

Com referências de melodrama e telenovela, pitadas de filmes de Pedro Almodóvar e Rainer Werner Fassbinder, passando pelo dramaturgo Bertold Brecht. A peça conta a história de Helena e seu marido Augusto, que têm a casa invadida pela dupla Mary e Jack. Os invasores posteriormente se revelam ativistas políticos, e convencem o casal a fazer parte de suas ações pseudo-terroristas.

Dramaturgia Alexandre Dal Farra
Direção Geral João Otávio
Elenco Alexandra Tavares, Clayton Mariano, Ligia Oliveira e Vitor Vieira
Cantora Joana Flor
Vídeomaker Leila Bana
Direção de Arte Eduardo Climachauska
Maquiagem Carolina Costa
Direção Musical Alexandre Dal Farra
Treinamento de View Points Amanda Lyra
Direção de Produção Tablado de Arruar
Produção Executiva Paulo Arcuri

19h – SALVE-ME (CIA ÁTICA). Mostra Paralela.
Local: Teatro Guarany.

Confinado por trinta e cinco anos em sua existência apática, sem nenhuma pretensão ou mesmo consciência de seus fantasmas, Robert decide colocar suas correspondências e velhos documentos em ordem, buscando livrar-se do excesso de papéis e anotações inúteis. Nosso protagonista é empurrado num buraco negro de recordações e lá toma consciência de que já não era feliz e que tudo o que fizera até este momento não passara da repetição automática de uma roda gigante social: uma verdadeira automação de atitudes e afazeres repetitivos, vazios, sem nenhum significado, sem surpresas ou mudanças que o tornassem
melhor ou mesmo conscientemente vivo. A peça é baseada nos contos de Guy de Maupassant. Site: salvemeteatro.com.

Música: Rodrigo Baso
Direção: Fred Mesquita
Elenco: Messias Carvalho
Classificação Etária: 14 anos

21h – ENCONTRO DE DOIS: AMA-DEUS (TRUP TRIART). Mostra Paralela.
Local: Teatro Municipal Braz Cubas.
*Espetáculo convidado pelo trabalho social.

Encontro de Dois: Ama-deus
Trup Triarte
Santos (SP)

A música esta ao seu redor você só precisa ouvir… O espetáculo retrata de forma fragmentada a vida e obra do grande compositor Wolfgang Amadeus Mozart. A peça tem um roteiro poético adaptado, onde grande parte do espetáculo foi elaborada especificamente no trabalho da corporeidade, pelo qual o aluno ator possa fazer sentir inconsciente ou conscientemente a forma de percepção aos olhos do público. A escolha da linguagem de pesquisa sobre vida e obra de Mozart se deu pela proximidade de elementos psicológicos, genialidade, espontaneidade e criatividade, que são teorias utilizadas no desenvolvimento das atividades realizadas dentro da Oficina de Teatro da Escola de Educação Especial 30 de Julho. A peça tem participação das bailarinas da Cia Essência da Alma.

Ficha Técnica
Direção: Tina Cruz e Fabiano di Melo
Elenco: Tina Cruz, Fabiano di Melo, Guilherme Cabral, Eduardo Filho, Victor Henrique, Bruno Henrique, Adalberto Andrade, Vitor Amaro, Ricardo Pinheiros, Mateus Figueredo, Joyce Jesus, Paula Barbosa, Bruna Lima, Jaqueline Cabral, Danilo Rodriguinho, Rafhael Peres, Alisson de Sousa, corpo de bailarinas da Cia Essência da Alma
Classificação Etária: Livre

23h – NOITE COLOR. Parceria com Drag Queen Curso. Com DJ Thomas. Quintal da Pagu.
Local: Praça dos Andradas.

Exposição homenageia Zellus Machado

Zéllus Machado – Exposição de fotografias homenageando Zéllus Machado, falecido este ano. Ator, cantor, músico, escritor, contador de histórias, militante político e ambientalista, Zéllus foi um dos mais atuantes artistas da Baixada Santista, nos últimos anos. De 13 a 21 de abril no foyer do Teatro Municipal.

Teatro Municipal – Av. Sen. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias

Teatro Municipal apresenta: O libertino

A adaptação de Jô Soares mantém os diálogos elaborados com as mesmas ação e fluidez presentes na obra, apresentando questões relevantes como: conduta moral, ética, sexo, amor, relações de poder. O texto nos permite divagar divertidamente por essas questões. Em “O Libertino”, Denis Diderot, um dos ícones do pensamento na França do século XVIII, se retira para descanso num castelo na área rural de Paris, onde de urgência é solicitado para que escreva o verbete: Moral, para “A Enciclopédia”, obra que já vem se dedicando há muito tempo.

Classificação:
Não recomendado para menores de 16 anos.
Valores:
Ingressos:
R$ 60,00 (inteira)
R$ 30,00 (meia)

Local:
Teatro Municipal Braz Cubas
(Av. Senador Pinheiro Machado, 48 – Vila Mathias – Santos)
Dia(s):
08/04/2012 – 20:00